Tratamento cirúrgico das doenças hepáticas. Coloque aqui seu comentário ou dúvida.

Tratamento do Câncer do Fígado, Carcinoma Hepatocelular veja mais aqui

Cirurgia do fígado, como é a recuperação? Veja aqui

Cirurgia de fígado inédita é realizada. Leia mais aqui ou aqui

230 Responses to “Cirurgia de Fígado”


  1. 1 claudio brito 7 de janeiro de 2011 às 0:33

    Seria uma pergunta,ok? Gostaria de saber sobre que tipo de cirurgia sofre o doador de figado, seria laparoscopia ou com corte no abdômen?
    Quais os riscos que o doador esta exposto, qto tempo é a recuperação, se exige muitos cuidados para o pos operatório e se é muito dolorido no pos, ok?
    Muito obrigado.

    • 2 mmautran 8 de janeiro de 2011 às 13:45

      Caro Cláudio, a cirurgia do doador de fígado para a realização de transplante intervivos pode ser feita por laparoscopia. No entanto, apenas alguns centros do mundo a realizam por este método. A hepatectomia laparoscópica do doador em transplante infantil é mais fácil e é rotineiramente feita na França. A do fígado direito para adulto, é feita nos Estados Unidos mas é uma cirurgia híbrida, ou seja o preparo é feito por laparoscopia e o restante por via aberta – as vantagens não são claras. Como toda intervenção cirúrgica sobre o fígado, um órgão vital, existe risco para o doador. O risco é baixo mas a equipe cirúrgica precisa ser experiente em cirurgia de fígado. A recuperação depende de cada indivíduo e do tipo de doação, fígado esquerdo ou direito. Para saber mais sobre a recuperação de uma cirurgia no fígado clique aqui. Atenciosamente, Dr Marcel Autran Cesar Machado.

  2. 3 cleonice 7 de janeiro de 2011 às 18:07

    Boa tarde,
    Meu nome é Cleonice tenho hoje 33 anos, gostaria de pedir ajuda fui fazer alguns exames e descobri que tenho 5 adenomas em meu figado com tamanhos variados.
    O que fazer?
    Onde procurar ajuda?
    Vale apena ficar monitorando?
    Grata pela atenção.

    • 4 mmautran 8 de janeiro de 2011 às 13:30

      Cara Cleonice, o adenoma hepático (adenoma do fígado) e um tumor benigno do fígado mas que pode apresentar risco variado de malignização ou ruptura. O risco depende diretamente do tamanho do adenoma. Adenomas com tamanho a partir de 4 ou 5 cm apresentam maior risco e devem ser removidos cirurgicamente. Este tipo de tumor possui relação direta com o uso de anticoncepcional oral (contraceptivo), por este motivo ocorre quase sempre em mulheres em idade fértil (o seu caso). O uso prolongado, por mais de 5 anos, favorece o aparecimento. Existem outras causas, mais raras, hereditárias que são responsáveis por adenomas multiplos. Felizmente, o tratamento atual é feito por laparoscopia (por pequenas incisões ou furinhos). A hepatectomia laparoscópica (retirada de parte do fígado contendo o tumor) é uma realidade e pode ser feita no Brasil. Portanto, no seu caso, você precisa monitorar sempre o fígado e se tiver algum adenoma maior que 4 ou 5 cm, deverá procurar auxílio médico especializado. Atenciosamente, Dr. Marcel Autran Cesar Machado. Para saber mais clique aqui.

  3. 5 Carine 30 de junho de 2012 às 14:39

    Bom dia, Dr.
    Estou com um adenoma no fígado e já está em quase 10cm e já está apertando o meu estomago,o médico não sabe se é maligno ou benigno, já fui a vários médicos e eles me disseram que eu deveria me operar, então entrei pra fila de espera nos hospitais e fui chamada em um para que pudesse fazer minha cirurgia, depois de 4 meses na espera fui a primeira vez pra ser operada e não deu, por que os Drs tinha entrado em férias, depois disso remarcaram 4 vezes mais mas sempre tinha um porem que os medicos nunca podiam. Dessa ultima vez que remarcaram a cirurgia a Dr. desse hospital ligou avisando que antes ela queria me ver , fui ao hospital e ela me disse que eu nem precisava me operar que era uma opção minha que tinha uma porcentagem de não ser maligno, mas que talvez a retirada desse adenoma não me ajudasse em nada eu seguiria com as dores que eu sinto e ainda com um corte e talvez com uma deformação na barriga dessa cirurgia, eu não estou preocupada com isso, por que o que menos me importa é ficar com a cicatriz mas sim quero ficar boa e ter a certeza que no futuro isso não me prejudicaria. Gostaria de uma opnião o que o Sr. acha sobre isso. Devo me operar ou não? E qual o risco que eu estou correndo com a cirurgia?? Muito Obrigado!!

    Att,
    Carine.

    • 6 mmautran 30 de junho de 2012 às 17:40

      Cara Carine, inicialmente é necessário certificar-se de que se trata realmente de um adenoma hepático pois outros tumores como o hemangioma e a hiperplasia nodular focal do fígado podem apresentar semelhanças aos exames de imagem. O adenoma possui uma relação direta com o uso prolongado de contraceptivos orais (pílula) e dependendo do tamanho tem indicação de cirurgia. O risco de um adenoma aumenta com o tamanho dele, sendo maior naqueles com mais de 5 cm (como é o seu caso). o risco do adenoma é o sangramento, ruptura ou ainda malignização. No seu caso, existe indicação de tratamento cirúrgico. Atualmente o tratamento ideal é a hepatectomia (retirada de uma parte do fígado) por laparoscopia. O risco é baixo, desde que seja operada em centro especializado e por equipe capacitada. Att. Dr. Marcel

  4. 7 Suelen Medina 23 de abril de 2013 às 19:40

    Olá Dr., tenho uma hiperplasia nodular focal de 9 cm no lado direito do meu fígado. Tenho 25 anos e estou com muitas dúvidas de qual o melhor caminho a seguir. A cirurgia para retirada é muito complexa? Corro risco de morrer ou de ter alguma perda funcional com a hepatectomia? O acompanhamento apenas desse tumor pode ser uma imprudência? Por favor me ajude, estou com muitas dúvidas, também pretendo engravidar nos próximos anos, qual o melhor caminho a seguir??
    Obrigada.

    • 8 mmautran 23 de abril de 2013 às 20:51

      Cara Suelen, a hiperplasia nodular focal pode ser acompanhada com segurança e não a impede de engravidar e ter uma vida normal e saudável. No entanto, é importante ter certeza do diagnóstico. Existem métodos de imagem que podem confirmar o diagnóstico. O melhor exame da atualidade é a ressonância magnética com o uso de contraste específico para este fim, chamado de Primovist. Em virtude do tamanho (9 cm) da tua lesão eu ficaria mais tranquilo se você realizasse este novo exame. Att. Dr. Marcel

  5. 9 su 18 de maio de 2013 às 10:47

    Olá… alguém que me possa tranquilizar?
    A minha mãe vai ser operada ao fígado ja esta semana, porém fomos avisados de que poderia trazer complicações pois as plaquetas do sangue estão sempre baixas. sei que a complicação em caso de hemorragia pode ser fatal.

    • 10 mmautran 18 de maio de 2013 às 16:36

      Cara Susana, eu não sei que tipo de cirurgia de fígado nem o diagnóstico da sua mãe. O nível baixo de plaquetas pode indicar hiperesplenismo (funcionamento exagerado do baço) associado à cirrose hepática. Uma cirurgia nestas condições realmente pode ser de alto risco. É preciso fazer uma avaliação do risco/benefício da cirurgia. Se o risco for muito alto, existem opções não cirúrgicas. Se o fígado não for cirrótico e ela tiver um nível baixo mas acima de 100 mil plaquetas, a causa pode ser o uso prolongado de quimioterapia. Nesta situação o risco é um pouco menor. De todo modo, se ela estiver nas mãos de um cirurgião com experiência em cirurgia de fígado e em um centro (hospital) especializado e com todos os recursos, o risco pode ser reduzido. Att. Dr. Marcel

  6. 11 janaina cardoso de almeida 3 de junho de 2013 às 22:36

    Gostaria de tirar uma duvida,estou com quatro adenomas hepatocelular no fígado e o medico me disse que eu tenho que fazer a cirurgia,mas eu tenho muito medo.quais os riscos que eu corro com essa cirurgia?Tem risco de morte?

    • 12 mmautran 30 de setembro de 2013 às 0:02

      Cara Janaina, os adenomas apresentam indicação cirúrgica quando são maiores que 4 ou 5 cm, pois a partir deste tamanho apresentam um risco moderado de apresentar sangramento, rotura ou mesmo (muito raro) trabsformação maligna. Se forem pequenos, não precisa operar. Faça um acompanhamento a cada 3 ou 4 meses por um ano e se ficarem inalterados, você pode espaçar mais os exames de controle. Importante: você deve evitar o uso de anticoncepcional e ser avaliada por um cirurgião de fígado ou hepatologista clínico se desejar engravidar. Att. Dr. Marcel

  7. 13 Cláudia Santos 2 de julho de 2013 às 17:47

    Boa Tarde Dr Marcel, tenho hiperplasia nodular focal. O nódulo mede 1,0cm, meu figado e meu baço estão um pouco aumentados, descobri esse problema em 2011, agora comecei a sentir dores do lado direito do abdomen abaixo da mama. Há 3 anos e meio retirei a vesícula, tenho um histórico familiar muito ruim, pois minha tia teve cancer de mama e no figado (que a levou a falecer), minha avó materna teve cancer de mama e minha outra tia descobriu agora câncer de mama (as tres são irmãs), meu avô materno teve câncer de estômago, minha avó paterna teve câncer na cabeça, enfim, existem outros casos, e por isso, fico preocupada. Tenho dores, fico zonza e as vezes enjoada, pode ter relação com meu nódulo? O q devo fazer? Obrigada pela atenção. Abraços.

    • 14 mmautran 23 de julho de 2013 às 18:47

      Cara Cláudia, apesar do seu histórico familiar, não existe correlação dos seus sintomas com o pequeno nódulo de fígado. A hiperplasia nodular focal do fígado é um tumor benigno sem risco de malignização, sangramento ou rotura. Por estes motivos não apresenta indicação de retirada. O ideal é um acompanhamento com exames anuais, como ultrassom, para avaliar crescimento e alteração. Em relação ao aumento do fígado e baço, podem existir outras causas que deverão ser investigadas pelo seu médico.

  8. 15 Bruna 21 de setembro de 2013 às 18:06

    Estou com 9 nódulos, fiz ressonancia com o contraste primovist e indicou hiperplasia nodular focal. Minha médica esta em licença maternidade e eu estou louca aqui. Queria saber se poderei engravidar? Estou acompanhando e eles não cresceram todos tem menos de 25 mm

    Obrigada Bruna

    • 16 mmautran 29 de setembro de 2013 às 23:58

      Cara Bruna, pode sim engravidar. Apesar de você ter nove nódulos, eles são pequenos (menor de 4 cm) e a ressonância com contraste específico indicou a presença de hiperplasia nodular focal. Continue acompanhando mas são benignos e dificilmente vão te dar problema num futuro próximo. Att. Dr. Marcel

  9. 18 Jt 29 de setembro de 2013 às 0:12

    Olá Doutor, fiz um ultrassom em agosto e descobriu-se um nodulo no fígado de 5×5 cm, meu médico pediu uma ressonância e fiz em setembro e ele está com 7×5 cm, ou seja aumentou muito em um mês, deu no exame Hiperplasia Nodular Focal e já está doendo, parei com o anticoncepcional assim que soube, em agosto, e ele aumentou até a ressonância, não deveria diminuir de tamanho já que pode ter associação com o hormônio?! É necessário remover o nódulo pelo tamanho?!
    Muito Obrigada Doutor

    • 19 mmautran 29 de setembro de 2013 às 23:55

      O fato da lesão do fígado ter aumentado de tamanho em tão pouco tempo pode ser devido a diferença dos dois exames de imagem e não um crescimento real. De qualquer forma, se a ressonância for compatível com hiperplasia nodular focal, não há necessidade de remoção cirúrgica. O ideal seria você repetir o exame de ressonância em 3 a 4 meses e poderemos avaliar se está crescendo ou não. Dificilmente causa sintomas, a dor que você está sentindo deve ser por outras causas. Existe necessidade, no entanto, de saber se o diagnóstico está correto. A ressonância com o uso do contraste Primovist, específico para fígado, pode determinar com mais certeza se trata-se de uma hiperplasia nodular focal ou se é uma adenoma hepático. Este último tem indicação de remoção cirúrgica e está relacionado ao uso frequente de anticoncepcional. Att. Dr. Marcel

  10. 20 Jt 1 de outubro de 2013 às 0:09

    Muito obrigada Dr Marcel!

  11. 21 Debora Anjos 2 de outubro de 2013 às 22:14

    Gostaria de saber; fui diagnosticada com hiperplasia nodular focal medindo 7,3cm e nunca tomei anticoncepcional, qual então seria o outro “causador”? e por que existe uma cicatriz central no nodulo?

    • 22 mmautran 2 de outubro de 2013 às 22:41

      Cara Débora, a Hiperplasia Nodular Focal do fígado parece ser resultante de uma resposta hiperplásica do parênquima hepático a uma malformação vascular. A cicatriz central é a representação desta artéria que dá origem a este tumor benigno. Existe uma prevalência no sexo feminino, portanto existe a hipótese de influência hormonal que pode ser mais acentuada com o uso de anticoncepcional, mas não exclusiva, visto que existe este tumor em homens e mulheres como você, que não usaram anticoncepcionais. Fique tranquila, acompanhe apenas a evolução dele. Na grande maioria dos casos não necessita de nenhum tratamento cirúrgico. Lembre-se que existe a necessidade de saber se o diagnóstico está correto. A ressonância com o uso do contraste Primovist, específico para fígado, pode determinar com mais certeza se trata-se de uma hiperplasia nodular focal,se é uma adenoma hepático (não apresenta cicatriz central) ou outro tipo de tumor (alguns podem ter calcificação central como o carcinoma hepatocelular fibrolamelar, maligno). Att. Dr. Marcel

  12. 23 anna 7 de novembro de 2013 às 9:35

    Bom dia Doutor… me chamo Ana e descobri em janeiro através de um ultrassom do abdome que tenho um hemangioma no fígado. Seis meses depois fiz novo ultrassom e ele mostrou que está com 1×0 centímetros, e o médico disse que não pode operar, e que ele não fica maligno, pois, todo hemangioma é benigno, mas estou preocupada demais, desde que descobri isso não tive mais prazer na vida, só peco que logo irei morrer, também já tenho uma cicatriz que já tirei o ovário esquerdo com cistos e tenho endometriose, Doutor a cicatriz é grande fazendo a cirurgia para remover esse hemangioma, e o meu médico me disse que isso é um sinal é verdade? me responde por favor!!!

    • 24 mmautran 7 de novembro de 2013 às 12:25

      Cara Ana, o hemangioma é uma alteração que aparece na pele, fígado e em diversas partes do organismo. Não se trata de um tumor verdadeiro e sim de um conglomerado de vasos que durante os exames de imagem aparecem com uma imagem diferente do tecido hepático. O que o seu médico quis dizer é que não é que não dá para operar…não precisa operar! Esqueça da ideia fixa de operar, pois o risco, mesmo baixo em centros especializados e com equipe capacitada, não justifica o benefício zero. Claro que seria importante confirmar com exames melhores como a ressonância para ter certeza de que se trata de uma hemangioma mesmo, mas o ultrassom é muito bom para determinar o diagnóstico e provavelmente está certo. Como não vi as imagens, não posso te dar esta certeza e sim opinar baseado na hipótese de que se trata de um hemangioma. Att. Dr. Marcel

  13. 25 Bruna 7 de novembro de 2013 às 16:31

    Dr. em uma outra resposta p mim. vc disse que eu não precisava me preocupar em um futuro próximo com meus nódulos (hiperplasia nodular focal) quais as complicações que posso ter? tenho 9 e estou fazendo exames com Primovist (contraste específico para o fígado) todos menores que 25 mm. Obrigada. Bruna

    • 26 mmautran 10 de novembro de 2013 às 21:56

      Cara Bruna, uma vez confirmado o diagnóstico de hiperplasia nodular focal, não precisa se preocupar. Além disso, eles são muito pequenos. O acompanhamento pode ser feito anualmente ou a cada 6 meses, junto com exames médicos de rotina como o ultrassom. Em situações muito raras ele pode crescer e causar algum desconforto que pode ser tratado com analgésicos ou mais raramente com cirurgia videolaparoscópica. A indicação cirúrgica tornou-se muito rara nos dias de hoje, com a melhoria dos exames de imagem. Att. Dr. Marcel

  14. 27 anna 8 de novembro de 2013 às 9:21

    bom dia Doutor…recebi sua resposta muito obrigado pela atenção, para mim é um privilégio a sua atenção, mas gostaria que o senhor me respondesse só mais uma coisa, se eu quiser operar pode? a cicatriz é muito grande? pois, já tenho uma da minha cirurgia do ovário e fico triste, pois, sou muito vaidosa, se eu fizer a cirurgia, depois eu posso remover a marca com uma cirurgia plástica? seria possível Doutor?

    • 28 mmautran 10 de novembro de 2013 às 21:43

      Cara Anna, a cirurgia de tumor de fígado pode ser feita por laparoscopia com incisões mínimas, boa recuperação e com segurança. Apesar disso, só se opera tumores com indicação e o hemangioma não tem indicação de cirurgia, a não ser em casos excepcionais. Não tenho maiores informações sobre seu caso portanto, baseado no que você escreveu, não acho que você deva ser operada. Se você continuar com dúvida consulte novamente o seu médico. Att. Dr. Marcel

  15. 29 anna 8 de novembro de 2013 às 9:23

    bom dia Doutor…recebi sua resposta muito obrigado pela atenção, para mim é um privilégio a sua atenção, mais gostaria que o senhor me respondesse só mais uma coisa, se eu quiser operar o hemangioma, ele mede 1×0 centímetro pode? a cicatriz é muito grande? pois, já tenho uma da minha cirurgia do ovário e fico triste, pois, sou muito vaidosa, se eu fizer a cirurgia, depois eu posso remover a marca com uma cirurgia plástica? seria possível Doutor?

  16. 30 MARGARIDA 10 de novembro de 2013 às 21:16

    Boa noite Dr. tenho adenoma medindo 2cm e agora descobri que estou gravida, qual as complicações durante a gravidez? e se é necessário cirurgia??

    • 31 mmautran 10 de novembro de 2013 às 21:33

      Cara Margarida, o adenoma hepático é um tumor que tem relação com o uso prolongado de anticoncepcionais. Durante a gestação ele pode aumentar de tamanho. Por este motivo deve ser monitorado durante toda a gravidez com ultrassom. No momento, não há necessidade de operar pois é pequeno. A indicação para a sua remoção é baseada no tamanho. Entre 4 e 5 cm de diâmetro existe um risco de sangramento e ruptura e a longo prazo até de malignizar. Após o nascimento do bebê, se ele não tiver aumentado muito, pode continuar acompanhando com exames de imagem. Se aumentou consideravelmente durante a gestação, recomenda-se a cirurgia, de preferência por videolaparoscopia. Fique tranquila, com este tamanho de adenoma o risco é muito baixo. Att. Dr. Marcel

  17. 32 Ana Paula Freitas 4 de dezembro de 2013 às 14:33

    Boa tarde Doutor.
    Descobri há dois anos que tenho uma hiperplasia nodular focal, e em consulta com o hepatologista conseguimos descartar qualquer outra possibilidade de nódulo. Há dois anos este nódulo media cerca de 8 por 5.
    Hoje estou com 26 anos de idade e pretendo engravidar daqui a uns 2 anos, fazendo exames de rotinas com o ginecologista de minha cidade ele sugeriu a retirada do nódulo devido a ter dificuldades de engravidar e poder ocasionar sangramentos durante a gestação.
    Estou em dúvida pois meu hepatologista não recomenda a cirurgia e garantiu que este nódulo não pode causar risco nenhum.
    Ano que vem tenho consulta novamente para verificar se ele aumentou ou não nesse tempo.
    Qual a sua opinião?

    • 33 mmautran 13 de dezembro de 2013 às 19:36

      Ana Paula, se for realmente uma hiperplasia nodular focal, não há com que se preocupar. Pode engravidar mas saiba que ele pode aumentar com a gestação e com hormônios usados para contracepção. Mesmo assim oferece pouco risco e sintomas. O acompanhamento é essencial para verificar possível aumento e para tranquilizar você. Atenciosamente, Dr. Marcel

  18. 34 Karla Bocate 13 de dezembro de 2013 às 17:07

    Boa tarde Dr., fiz uma tomografia e deu que eu tinha hiperplasia nodular focal, depois de 3 meses fiz a ressonância e deu adenoma e está com 3,7 cm. Devo me preocupar? Vou ter que fazer cirurgia? Estou com medo.

    • 35 mmautran 13 de dezembro de 2013 às 19:31

      Cara Karla, não se preocupe, por enquanto. Inicialmente você precisa confirmar o diagnóstico de adenoma. O melhor a ser feito agora é uma nova ressonância com Primovist (contraste específico do fígado) que pode confirmar ou não o diagnóstico. Se confirmar hiperplasia nodular focal, nada a fazer. Se o diagnóstico for adenoma, não há necessidade de cirurgia no momento, pois o nódulo tem menos de 4 cm (5 cm segundo alguns autores). 4 cm seria o tamanho a partir do qual existiria risco de sangramento, ruptura ou malignização. Logo se for adenoma, você precisa parar com qualquer hormônio (contraceptivo) e acompanhar de perto com um médico da área. Ele pode regredir e estabilizar. Se continuar aumentando de tamanho, há indicação de cirurgia. Fique tranquila, hoje em dia esta operação pode ser feita por laparoscopia e com ótimos resultados em centros especializados. Espero ter ajudado. Dr. Marcel

  19. 37 Maria 13 de dezembro de 2013 às 20:56

    Dr. tenho hiperplasia nodular focal com 5,8×5,6×5,8 cm. Foi detectado há 4,5 anos por RMN e se mantém estável desde então. Também associado com um hemangioma de 1cm. Agora depois de quase cinco anos acompanhando, apareceu novo hemangiona de 1,0cm. Pretendo engravidar (tenho 35 anos), há riscos de complicações por estes tumores benignos? É comum o aparecimento de outros hemangiomas com o passar do tempo ( em ausência de contraceptivo oral ) ? Obrigada

  20. 38 anna 14 de dezembro de 2013 às 9:31

    bom dia DR° eu gostaria de saber se eu posso tomar anticoncepcional, poia, tenho um hemangioma no figado, o medico disse que eu nao precisara operar, nao faz mal em nada, mais gostaria de saber se eu tomar pilula para evitar gravidez se há risco dele crescer? DR° o hemangioma estar ligado a funcao dos hormônio ?

    • 39 Paulo Marchezine 13 de janeiro de 2014 às 5:29

      Prezado Doutor, fiz um ultrasson e ele revelou esteatose leve e uma área arredondada com cerca de 2,3 cm com pouca ecogenicidade e a medica que realizou o exame registrou como área poupada de esteatose? Nódulo??? Como consigo saber se trata-se de um problema serio ou posso ficar tranquilo? Estou muito preocupado.

      • 40 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:45

        Caro Paulo, pode ser uma área do fígado sem esteatose mas é sempre bom ter certeza. Uma ressonância pode ajudar a chegar ao diagnóstico definitivo e te tranquilizar. Att. Dr. Marcel

  21. 41 Junia 20 de dezembro de 2013 às 15:02

    Dr, uma dúvida: tenho 3 adenomas e 1 hemangioma, vou fazer uma nova ressonancia no inicio de janeiro, com o contraste hepato-especifico para um melhor diagnostico e para verificar se é necessário a cirurgia. Já cortei o uso do anticoncepcional e gostaria de saber se bebida alcoólica pode fazer mal ou piorar algo no fígado? Está chegando o natal e o reveillon e eu gostaria de tomar pelo menos uma cervejinha (nada em excesso)
    Aguardo e obrigada!

    • 42 mmautran 9 de fevereiro de 2014 às 22:37

      Cara Junia, demorei um pouco para responder (estava em férias). Espero que não tenha abusado da bebida alcoólica. Se a ressonância mostrar adenoma e ele for maior que 5 cm, talvez você tenha que ser acompanhada por um médico especialista em fígado. O adenoma, em algumas circunstâncias, tem indicação de remoção cirúrgica. Se for o teu caso, uma ressecção laparoscópica é o melhor método. Att. Dr. Marcel

      • 43 Joyce 18 de julho de 2014 às 16:55

        Oi Dr. Marcel, queria tirar uma dúvida. Fiz uma hepatectomia há 7 anos, tenho apenas 30% do fígado, e há 2 anos, fiz a retirada de 5 nódulos benignos do fígado. E queria muito engravidar, mas tenho receio por conta do tamanho da cicatriz. Queria saber se posso engravidar e preciso esperar quanto tempo para poder ter um bebê? Obrigada.

      • 44 mmautran 19 de julho de 2014 às 13:39

        Cara Joyce, certamente você não possui apenas 30% de fígado. Você possui um volume hepático normal no dia de hoje. O fígado se regenera por completo. Mesmo tendo retirado perto de 70% do volume do fígado no passado recente, após 3 meses ele volta a crescer e atinge cerca de 90 a 100% do volume inicial. A cicatriz não impede a gestação. Se o tumor que você retirou era maligno, consulte seu oncologista para orientação sobre a possibilidade de recidiva. Se era benigno, pode engravidar sem problema. Att. Dr. Marcel

  22. 45 Katia 28 de dezembro de 2013 às 3:58

    Dr. Marcel Fiz uma ultra-sonografia a pedido da médica ginecologista, exame de rotina mesmo, quando fui ver o resultado me assustei ao ver o que estava escrito em relação ao fígado.Estava escrito assim:

    “Fí­gado de forma, dimensões, contornos e bordas normais. Estruturas vasculares de aspecto preservado. A textura hepática heterogênea pela presença de imagem nodular predominantemente hiperecóica e parcialmente definida, medindo aproximadamente 26,5 x 23,3 mm, localizada no lobo esquerdo.”

    O médico que realizou o exame sugeriu um hemangioma.

    Gostaria de saber se uma US simples consegue diagnosticar um hemangioma ou se corre alto risco de ser algo mais grave?
    também gostaria de saber se é possível engravidar tendo um hemangioma no fígado ou se é muito perigoso?

    Grata,
    Katia

    • 46 mmautran 9 de fevereiro de 2014 às 22:34

      Cara Katia, o laudo é compatível com hemangioma, embora uma ressonância às vezes é necessária para confirmar o diagnóstico. Trata-se de uma alteração comum no fígado e que não apresenta maiores riscos. você pode engravidar e ter vida normal. Não existe indicação de cirurgia. Att. Dr. Marcel

  23. 47 Gabriele 2 de janeiro de 2014 às 22:18

    Boa Noite, Dr. Minha avó, no ano passado, passou por uma cirurgia para retirada do útero em decorrência de um câncer. Depois disto, ela passou a fazer quimioterapia e agora radioterapia. Entretanto, nos exames apresentavam que ela tinha umas pedras na vesícula que até o momento não a incomodavam desta forma, os médicos que atendem ela acharam melhor não retirar estas pedras de forma que ela já é idosa (têm 74 anos) e estava ainda sob tratamento de câncer. Em setembro ela fez uma tomografia de corpo inteiro e não apareceu nada de anormal. Agora, dia 30 de dezembro, ela foi para o hospital com dores, que os médicos acreditavam que era da vesícula, mas quando ela fez uma nova tomografia apareceram 12 nódulos no figado dela – que eles dizem que é câncer – apesar de há 4 meses não ter apresentado nada. Nos exames de sangue que ela fez não há nenhum indicio de mal funcionamento do fígado. E agora a médica que trata ela disse que eles vão começar com a quimioterapia amanhã mesmo (03/01/14) e que a minha avó tem apenas 6 meses. Eu entendo que sem ver os exames não dá para ter uma real resposta ao meu problema, mas mesmo assim, eu queria perguntar, como a vesícula e o figado estão ligados pelo ducto biliar, estes nódulos não poderiam ter aparecido em decorrência das pedras estarem trancando o ducto? Os médicos disseram que não é viável transplante: seria por que ela tem o câncer? Não seria melhor um transplante? E, pode os médicos diagnosticarem ela com câncer simplesmente pelo laudo do radiologista, pois eles nem viram o exame, apenas o laudo. Mesmo os exames de sangue não apontando nada diferente? Eles não poderiam estar pulando etapas simplesmente por que ela já estava com câncer?
    Ah, esses diagnósticos são de uma ressonância que ela fez, não tomografia – apesar dela fazer também tomografias.

    • 48 mmautran 9 de fevereiro de 2014 às 22:28

      Cara Gabriele, o diagnóstico mais provável, pelo seu relato, é metástase do tumor de útero. A comprovação se dá por biópsia do nódulo hepático. É remota a possibilidade dos nódulos serem decorrência da doença biliar dela (uma possibilidade seria o surgimento de abscessos no fígado em decorrência de obstrução biliar mas os exames de sangue certamente mostrariam um quadro diferente). O transplante não está indicado em metástases hepáticas de origem uterina. A imunossupressão (drogas para evitar a rejeição do órgão transplantado) resultaria em disseminação e rápida evolução da doença. Quanto ao prognóstico de 6 meses, sempre é difícil calcular. O ideal é aguardar a resposta à quimioterapia. Um novo exame de imagem pode mostrar uma resposta com a diminuição das lesões hepáticas. Att. Dr. Marcel

  24. 49 Alexandre 15 de janeiro de 2014 às 16:25

    Que bom se todos os médicos tivesses uma dedicação especial como o Sr. tem com as pessoas que buscam aflitas, respostas que nem sempre encontram com seus médicos. Parabéns!

  25. 50 julio doro 15 de janeiro de 2014 às 22:34

    Dr. tive há 5 anos um câncer de fígado e foi retirado com cirurgia medindo 7 cm, carcinoma fibrolamelar, na época os médicos falaram que era raro,tempo de sobrevida de 5 anos, este mês fiz um ultrassom e foi constatado um nódulo de 4 cm. Qual seria o procedimentos referente a este diagnóstico. Pode ter voltado o mesmo câncer da época
    Estou muito preocupado pois sei bem o que passei na primeira vez.

    • 51 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:43

      Caro Júlio, apesar do carcinoma hepatocelular do tipo fibrolamelar ter um prognóstico melhor que o carcinoma hepatocelular e ocorrer em pacientes jovens, ele pode recidivar. Portanto, é fundamental fazer um exame mais específico como ressonância para averiguar se este novo nódulo é o tumor que voltou. Procure com urgência a equipe que te operou ou outro serviço médico para esta nova avaliação. Independente de ter retornado, o prognóstico ainda é favorável, se retirado por completo. Att. Dr. Marcel

  26. 52 Keila Basilio 1 de fevereiro de 2014 às 23:16

    Boa noite Dr. estou muito preocupada descobrir desde outubro2013 que tenho um hemangioma no figado de 8 cm e venho sentindo pequenos desconforto( dor), abaixo da costela acredito que seja o fígado principalmente se pego peso ou faço muito esforço. Não sei o que devo fazer: a cirurgia, ou deixo correr e vou monitorando o possível crescimento, mas queria muito engravidar. O que o senhor me aconselha?Já tenho uma menina de quase 3 anos a dor começou depois que dei a luz.Me ajude estou muito preocupada.

    • 53 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:37

      Cara Keila. O hemangioma não tem indicação de cirurgia. Uma das únicas indicações é a presença de sintomas incapacitantes como dor e compressão do estômago com restrição à alimentação. Não me parece ser o seu caso. Você pode engravidar normalmente. Geralmente a dor ou desconforto se inicia após o diagnóstico e geralmente tem outras causas como gastrite.De todo modo, se houver indicação, a técnica adequada é a laparoscópica. O pós-operatório é simples e o enorme tumor, por ser benigno, pode ser retirado morcelado (em pequenos pedaços) o que tira a obrigatoriedade de incisão para a retirada da peça (justificativa dada pelos cirurgiões que não conhecem a técnica laparoscópica para fazer por via aberta). O pós-operatório é excelente. De todo modo, acho que, mesmo sem ver as imagens, você não tem que ser operada. Att. Dr. Marcel

  27. 54 ana gabriela ribeiro 2 de fevereiro de 2014 às 16:16

    Caro Dr Marcel,
    O meu nome é Ana gabriela , eu tenho 37 anos e descobri que tinha um hemangioma em 2010. Ele tem cerca de 14 cm e esta por cima do figado, como um balão gastrico. Eu fiz uma endoscopia em dezembro de 2013, e parece que ele esta apertando um pouco o meu estomago. Eu moro em Portugal e os medicos aqui querem operar pela localização do hemangioma, dizem que eu tenho perigo de lavar uma pancada forte e romper, contudo a minha medica em sao paulo Dra heloisa quintela é contra a cirurgia a não ser que eu tenha dores. Eu realmente não tenho dores, e infelizmente a unica forma de operar aqui e acho que no brasil tb é por enucleação, que significa que eu vou ficar com uma cicatriz enorme na barriga ( para alem do estresse de ser operada) outra questão que eu coloco, o cirurgião em Portugal é contra uma possivel gravidez, visto dizer que existe um enorme risco de ruptura. Ja a minha medica no Brasil diz que é possivel, se eu não engordar muito ( uns 8k-9kg no maximo) enfim estou cheia de duvidas no que fazer.
    Aguardo a sua opinião
    atenciosamente,
    Ana gabriela

    • 55 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:35

      Cara Ana Gabriela. O hemangioma não tem indicação de cirurgia. Uma das únicas indicações é a presença de sintomas incapacitantes como dor e compressão do estômago com restrição à alimentação. Não me parece ser o seu caso. De todo modo, se houver indicação, a técnica adequada é a laparoscópica. O pós-operatório é simples e o enorme tumor, por ser benigno, pode ser retirado morcelado (em pequenos pedaços) o que tira a obrigatoriedade de incisão para a retirada da peça (justificativa dada pelos cirurgiões que não conhecem a técnica laparoscópica para fazer por via aberta). o pós-operatório é excelente. De todo modo, acho que, mesmo sem ver as imagens, você não tem que ser operada. Att. Dr. Marcel

  28. 57 MARIA 7 de fevereiro de 2014 às 23:11

    boa noite DR. fiz uma cirurgia de nódulo hepático no mês de maio de 2013 e ainda hoje sinto dores do lado direito e minha barriga é enorme isso é normal

    • 58 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:29

      Cara Maria, não é normal sentir dor tanto tempo após uma cirurgia de fígado. Como não disponho de mais dados como tipo de tumor (maligno, benigno, metastático), técnica empregada (laparoscópica ou aberta), presença de cirrose (o que justificaria aumento do volume abdominal por ascite – acúmulo de líquido na barriga) não dá para opinar melhor. O ideal é retornar ao médico que te operou para nova avaliação. Att. Dr. Marcel

  29. 59 Vaine de Oliveira Martins 11 de fevereiro de 2014 às 13:59

    Boa tarde.
    Estou com diagnostico de adenoma em crescimento com risco de rompimento.
    E por isso foi recomendado a lobectomia esquerda.
    O medico me disse ser uma cirurgia grande (com mais de 4 horas) e recuperação de no minimo de 7 dias.
    Minha duvida é?
    1) Por que não, usar as com vídeo.
    2) E o tamanho da cicatriz (não que me preocupe, mais me preparar para curativos pós operatórios.).
    São mais de 5 nódulos e o maior de mais de 4 cm (em maio 2013 do ano passado tina um pouco mais de 3 – diagnosticados por tomografia).
    Qual os riscos (meu rico cirúrgico 2), e tenho intolerância a anti inflamatórios.
    Obrigado

  30. 61 danielly de lima 9 de março de 2014 às 16:01

    Boa tarde,
    Pot favor me explique o que é hemangioma no figado…meu esposo tem 31 anos e fez uma tomografia e o resultado foi hemangioma com 22mm. É grave? Preciso de resposta…

    • 62 mmautran 9 de março de 2014 às 20:58

      Não é grave e não necessita de cirurgia. É um achado comum em exames de imagem. Só acompanhamento para ter certeza de que não cresce e que se trata realmente de um hemangioma. Att. Dr. Marcel

  31. 63 cleonice aparecida da silva 11 de março de 2014 às 20:57

    Estou desesperada. Apareceu um nódulo no fígado hipoecóico medindo 0,9×0,9cm parcialmente definido. O que quer dizer..

    • 64 mmautran 11 de março de 2014 às 21:26

      Cara Cleonice, provavelmente trata-se de um nódulo incidental, muito comum e geralmente benigno. Você precisa fazer outro exame, como ressonância para ter certeza do diagnóstico. Att. Dr. Marcel

  32. 65 Jeferson 11 de março de 2014 às 21:51

    É normal a pessoa não ter apetite após cirurgia que retira parte do fígado? Meu pai retirou parte dele por estar com um nódulo maligno.

  33. 67 Kellem 13 de março de 2014 às 19:41

    Dr.Marcel, boa tarde ! Minha mãe foi diagnosticada com um adenocarcinoma gástrico há 2 anos. Na ocasião fez gastrectomia parcial mas foram encontrados dois nódulos no figado. No decorrer destes dois anos fez 25 sessões de quimioterapia mas não respondeu aos tratamentos tendo hoje os nódulos os tamanhos de 4 e 8 cm do lado esquerdo. Buscamos pela possibilidade uma hepatectomia do lado esquerdo já que ela tem bom fígado do lado direito e na medição da quantidade de fígado a ser retirada o percentual é em torno de 30%. O que o Dr. acha ?

    • 68 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:23

      A indicação de ressecção de metástases no fígado depende de vários fatores. A cirurgia para metástases de câncer gástrico não é um consenso. Pacientes com doença restrita ao fígado e com pelo menos 2 anos do primário podem se beneficiar da cirurgia. Para tal, um exame com PET-CT é necessário pois se houver mais focos de doença a cirurgia no fígado não vai trazer nenhum benefício. Se o PET-CT mostrar doença exclusiva no fígado após dois anos do diagnóstico inicial, a hepatectomia pode estar indicada.

  34. 69 Márcio Mello 20 de março de 2014 às 23:50

    Bom dia
    Estou com hemangioma no fígado medindo cerca de 5,5cm x 4,6cm, do lado direito e dois medindo 1,4 cm x 0,5 cm, e três medindo 1,0 cm, 0,7 cm e 0,5 cm.estes exames foram realizados através de ressonância magnética. O médico disse que é só acompanhar para ver se vai crescer, e a respeito da dor ele disse que é dor muscular, mas não acredito nisso. O que o Sr acha de tudo isso? estou preocupado

    • 70 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:26

      Caro Márcio, hemangioma no fígado não tem indicação de cirurgia, mesmo volumosos não costumam apresentar sintomas. Se o exame tiver sido bem feito e o diagnóstico de hemangioma for certo, não deve fazer nada, além de acompanhar periodicamente.

  35. 71 Cláudia Vasconcelos 1 de abril de 2014 às 13:25

    Boa tarde, gostaria de saber onde posso realizar uma ressonância magnética com o contraste Primovist, no Rio de Janeiro, pois tenho um nódulo hepático medindo 2×2 cm.

    • 72 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:28

      Cara Cláuda, este contraste existe há menos de dois anos no Brasil. Não saberia te dizer onde fazer este exame no Rio de Janeiro, uma vez que trabalho em São Paulo. Os grandes laboratórios e os melhores hospitais geralmente já possuem este exame. É uma questão de ligar e perguntar.

  36. 73 Rosely ferreira 5 de abril de 2014 às 12:09

    Tenho 30 anos e vários adenomas no fígado o maior tem 5cm tenho que fazer cirurgia e estou com muito medo. Devo ficar ou não com medo?

    • 74 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:31

      Cara Rosely, o adenoma com tamanhos a partir de 5 cm tem indicação de tratamento cirúrgico pelo risco de romper ou malignizar. Trata-se de uma cirurgia de alta complexidade e que nos melhores centros é feita por laparoscopia. Se for realizada em centro especializado e por equipe capacitada não há o que temer. Do contrário o risco pode ser alto. Procure um centro especializado e se informe melhor. Não é uma cirurgia para ser realizada por qualquer cirurgião…

  37. 75 Vaine MArtins 5 de abril de 2014 às 18:54

    Acabei de realizar a minha cirurgia para retirada de um adenoma de 5 cm do segmento II (01/04/14). Tudo correu muito bem foram no total de 4 horas, entre o horário de entrada na sala de cirurgia e a volta ao leito no CTI pós cirúrgico, onde permaneci umas 24 hs, indo para o quarto e na quinta 52hs depois já estava de alta e hoje estou aqui em casa sentada no computador. De dieta bem grande nada de Gordura, Fritura ou açúcar (única parte chata da cirurgia kkk), sem dor. A Biopsia deve estar pronta daqui a 15 dias, e depois veremos o que faremos com os outro 4 nódulos que ficaram. Provavelmente serão queimados. Mas para quem tem que passar por essa cirurgia, a dor é mínima, tenha fé, força e principalmente um bom médico. Estou no Rio de Janeiro e fui para um ótimo hospital com um grupo de enfermagem 100, e Uma equipe medica 1000. Agradeço muito ao meu médico. FERA. E a força que esta página me deu. Brigadu e boa sorte para todos.

    • 76 mmautran 6 de abril de 2014 às 12:40

      Fiquei muito feliz por você. Espero que a biópsia seja favorável e que você esteja curada e gozando de boa qualidade de vida. Se os outros nódulos forem pequenos, acho que você poderia acompanhar somente. Não existe evidência de que precisam ser “queimados”.

  38. 77 cida 8 de abril de 2014 às 22:52

    Dr. Fiz vários exame e foi detectado um nódulo no baço com 2,5cm. O médico diz que pode ser um hemangioma, estou com com uma ressonância marcada será feita com o contraste primovist, mas estou muito preocupada é grave? Dr esse contraste é seguro? sei que é novo aqui no Brasil.
    Aguardo
    Obrigada.

    • 78 mmautran 8 de abril de 2014 às 23:08

      Sim, o contraste, apesar de novo no Brasil, é utilizado há muito tempo em outros países. O hemangioma de baço é benigno e não necessita de tratamento cirúrgico. A ressonância está indicada para confirmar o diagnóstico. A probabilidade de algo mais grave é baixa e provavelmente você não precisará passar por cirurgia, mas é bom aguardar o resultado do exame. Att. Dr. Marcel

  39. 79 cida 8 de abril de 2014 às 23:20

    Obrigada Deus Abençoe…

  40. 80 Amanda 9 de abril de 2014 às 13:29

    Dr, fiz uma tomografia e deu hiperplasia nodular focal de 10x8x7 mm, esse tamanho já é caso cirúrgico?

    • 81 mmautran 11 de abril de 2014 às 12:33

      Cara Amanda, a Hiperplasia Nodular Focal do fígado (HNF) não tem indicação de tratamento cirúrgico. Se o diagnóstico estiver errado e for um adenoma, aí passa a ter indicação de cirurgia com tamanhos a partir de 5 cm. No seu caso, se a medida estiver correta, mm, significa que tem cerca de 1 cm. Nada a fazer, só acompanhar pois existe uma possibilidade, ainda que remota, de ser outro tipo de lesão.

  41. 82 Andre 10 de abril de 2014 às 17:30

    Dr. Boa tarde. Sou homem, tenho 40 anos e foi achado em um US, um nódulo de 3×3, hipoecogenico, circunscrito, no segmento II. Fiquei preocupado. Pode ser algo grave? A retirada da vesícula pode ter alguma ligação. Pode ser alguma cicatriz causada na retirada? Tenho gordura no fígado tbm. Grato.

    • 83 mmautran 11 de abril de 2014 às 12:36

      Caro André, o que você tem chama-se nódulo incidental de fígado, onde em mais de 99% das vezes trata-se de algo benigno. Uma ressonância magnética poderá te dizer com mais propriedade se é um cisto, HNF ou outra lesão. O aspecto sugere um cisto, benigno, e sem nenhuma indicação de cirurgia, mas não dá para dizer nada antes da ressonância. Att. Dr. Marcel

  42. 84 Emerson Palma 12 de abril de 2014 às 10:31

    olá. Dr, minha esposa fez uma ressonância e foi constatado que ela esta com adenoma de 4 cm por 2,5 cm o médico indicou uma cirurgia com corte no abdome alegando que a cirurgia por laparoscopia é mais insegura por motivo de sangramento, uma duvida o médico é gastro, esta correta a especialidade do médico, quais os riscos com a cirurgia?

    • 85 mmautran 13 de abril de 2014 às 0:12

      Caro Emerson, a operação por videolaparoscopia é muito segura, desde que realizada por equipe capacitada. Como qualquer tipo de cirurgia, se realizada por quem domina a técnica, o risco é baixo. A videolaparoscopia tem diversas vantagens: além da estética, existe menos dor, MENOR SANGRAMENTO que a cirurgia aberta e recuperação mais rápida da cirurgia. No caso de doença benigna como o adenoma hepático, o uso da laparoscopia é considerada a técnica de escolha. Nós temos usado a laparoscopia de maneira rotineira desde 2007. Mesmo cirurgias grandes como hepatectomia direita ou esquerda podem ser realizadas com segurança. Nos casos mais fáceis, temos utilizado portal único. Att. Dr. Marcel

  43. 86 Fernanda Do Nascimento 12 de abril de 2014 às 22:41

    Oi gostaria de saber se corro algum risco sendo doadora de fígado? E se o corte é na barriga?

    • 87 mmautran 13 de abril de 2014 às 0:20

      Cara Fernanda, sim a cirurgia de doação de fígado possui riscos inerentes a qualquer cirurgia de grande porte. Se for doação para outro adulto, ou seja, retirada do fígado direito (cerca de 60% do volume do fígado), o risco é maior. Se for de adulto para criança, o risco é menor. Converse com seu médico e avalie o risco real. Veja se existe realmente necessidade de doador vivo. Ultimamente com a adoção do sistema MELD, os doentes mais graves recebem primeiro o órgão e os menos graves conseguem esperar. O corte é feito na barriga sim. Dependendo da equipe e do tipo de transplante o corte pode variar mas geralmente é um corte grande. Existem grupos, fora do Brasil, que realizam a cirurgia do doador por videolaparoscopia. Aqui, não tenho notícia de nenhum caso. Na dúvida, pesquise bastante. Não é um procedimento simples nem isento de riscos. NUNCA doe sob coação ou pressão de médicos ou familiares. Att. Dr. Marcel

  44. 88 gilberto 14 de abril de 2014 às 12:11

    Dr, bom dia. Tive um tumor no sigmóide, e agora apresento metástases no fígado no segmento 5,6,7, e o maior no segmento 8 com 3,5 cm. Gostaria de saber sobre isto, abraço Gilberto.

    • 89 mmautran 14 de abril de 2014 às 23:31

      Caro Gilberto, o tratamento de metástases hepáticas de origem colorretal, como no seu caso, é multidisciplinar. O ideal é realizar a remoção cirúrgica das metástases associando quimioterapia sistêmica que pode ser empregado antes ou após a cirurgia em decisão conjunta do cirurgião de fígado e oncologista clínico. Se todas as suas lesões estiverem localizadas no fígado direito (segmentos 5 a 8) uma hepatectomia direita é o procedimento de escolha. Em algumas situações podemos realizar este tipo de operação por videolaparoscopia. Att. Dr. Marcel

  45. 90 Andre 15 de abril de 2014 às 10:37

    Bom dia Doutor.

    Há um nódulo no meu fígado, de 3cm e não sei ao certo do que se trata. Nos exames laboratoriais, o CA15-3, deu 31, onde o normal seria até 28. Isso pode indicar alguma coisa?
    Grato.
    André

  46. 91 mmautran 15 de abril de 2014 às 10:51

    Caro André, o uso de marcadores tumorais para definir origem do nódulo hepático não tem muita relevância, a não ser elevações muito significativas, o que não é o caso. O melhor a fazer é realizar uma ressonância magnética de fígado, de preferência com contraste Primovist. Provavelmente trata-se de algo incidental e benigno, como 99% dos casos.

  47. 92 Suelem Ferraz 15 de abril de 2014 às 17:04

    Ola, esse site me esclareceu desde já muitas coisas.
    Dr, tenho 2 ressonâncias q ainda não esclareceram se tenho adenoma ou hiperplasia… o tumor tem 8cm…. o sr acha q já devo ir para a cirurgia ou fazer a ressonância com o primovist primeiro???
    Aí em SP qto custa esse exame, já q os planos ainda não cobrem esse tipo de exame….

    Att,

    Suelen

    • 93 mmautran 15 de abril de 2014 às 23:53

      Cara Suelen, o melhor é realizar a Ressonância primeiro. Existem diversos lugares em várias cidades que realizam o exame. Alguns convênios cobrem. Se for hiperplasia você evita uma cirurgia desnecessária. Não vale o risco mesmo baixo da cirurgia. Att. Dr. Marcel

  48. 94 Emerson Palma 15 de abril de 2014 às 19:39

    Olá, Dr moro em Sorocaba SP, você poderia me indicar um médico especialista em cirurgia de adenoma hepático por videolaparoscopia, obrigado.

  49. 96 Junia 15 de abril de 2014 às 23:34

    O meu plano cobriu aqui em Belo Horizonte no Hermes Pardini. Veja direitinho com o seu plano pq eles falam que não cobrem porque desconhecem o nome, mas quando verificam na lista, este contraste tem cobertura! Vale a pena tentar, pois eu consegui!

  50. 99 Graciane Souza 23 de abril de 2014 às 6:21

    Doutor…fiz um ultrassom do abdome total por estar com perda de peso e deu..ÁREA DE ASPECTO NODULAR DE CONTORNOS APARENTEMENTE DEFINIDOS ISOECOGENICA AO TECIDO ADJACENTE COM FINO FLUXO PERIFÉRICO AO ESTUDO DOPPLER LOCALIZADA NOS SEGMENTOS II/III MEDINDO 30X 28 MM….o que pode ser Doutor??? Estou mto preocupada…Obrigada

    • 100 mmautran 18 de maio de 2014 às 23:53

      Cara Graciane. O ultrassom é excelente exame para encontrar lesões mas nem sempre define que tipo de lesão é. Você precisa fazer um exame complementar, de preferência uma ressonância magnética. Att. Dr. Marcel

      • 101 Graciane Souza 12 de dezembro de 2014 às 3:56

        Dr…fiz tomografia….ressonância e cintilografia do figado…isso a 5 meses….em todos só deram entre adenoma ou hiperplasia….a 2 semanas comecei a me sentir mal….boca mto amarga…mal estar…dores do lado direito…barriga inchada…fiz uma tomografia hj e estou com muito medo….tenho ctza q deu algo pela reação do enfermeiro e do médico radiologistas….se fosse algo grave eles falariam na hora?? Sendo q pego meu exame só dia 22….?
        Obrigada Dr.

  51. 102 Cristiane Varanda 28 de abril de 2014 às 17:02

    Dr. Fiz uma tomografia para verificar dores abdominais e por acaso apareceu um nodulo de 7mm no fígado lobo direito inespecífico ao pequeno tamanho. Após 6 meses fiz uma US que detectou o nodulo com cerca de 5 mm com contornos parcialmente definidos. Passei no medico ele solicitou uma RM. Estou apavorada !!!!

  52. 104 Maria 5 de maio de 2014 às 0:49

    Dr. tenho hiperplasia nodular focal com 5,8×5,6×5,8 cm. Foi detectado há 4,5 anos por RMN e se mantém estável desde então. Também associado com um hemangioma de 1cm. Agora depois de quase cinco anos acompanhando, apareceu novo hemangiona de 1,0cm. Pretendo engravidar (tenho 35 anos), há riscos de complicações por estes tumores benignos? É comum o aparecimento de outros hemangiomas com o passar do tempo ( em ausência de contraceptivo oral ) ? Obrigada

    • 105 mmautran 18 de maio de 2014 às 23:30

      Cara Maria, pode engravidar e ter vida normal. A hiperplasia nodular focal é benigna e não acarreta nenhum perigo. O mesmo vale para os hemangiomas. A detecção de novo hemangioma pode ser devido a exame mais meticuloso ou melhor aparelho. De qualquer forma, nenhuma implicação clínica. Dr. Marcel

  53. 106 Francisco Aragão 18 de maio de 2014 às 16:52

    Dr fiz um exame de PET/CT e foi identificado que tenho 3 nódulos hipodensos, hipovascularizados, nos segmentos VI e VII o maior no VII com cerca de 2,2 x 2,2 cm nos eixos transversos (SUV max:2.2) Há mais de um ano fui submetido a cirurgia de cólon, fiz 12 quimioterapias e um mês após o termino da quimio apareceram esses nódulos. O médico hepático disse que preciso retirar aproximadamente 50% do fígado do lado direito, quais os riscos que posso correr?

    • 107 mmautran 18 de maio de 2014 às 23:38

      Caro Francisco, o tratamento de metástases hepáticas de origem coloretal (provável diagnóstico das lesões no fígado) é cirurgia associada à quimioterapia. Você já foi submetido à quimioterapia, logo deverá retirar estas lesões do fígado. Trata-se de cirurgia de grande porte e deve ser realizada em centro especializado e por equipe capacitada. Se assim for, os riscos são baixos, menos de 2%. Boa sorte.Dr. Marcel

      • 108 Francisco Aragão 20 de maio de 2014 às 13:08

        Os médicos estão analisando a possibilidade de fazer quimioterapia com medicação especifica para o figado, sendo que quando foi identificado os tumores, eu já havia terminado a quimio para o intestino. Estou sendo acompanhado pelos médicos especialistas do Hospital do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho em São Paulo. Se foram favoráveis fazer a quimiterapia e ver se os nódulos reduzem ou se já faz a cirurgia.direto.

        Obrigado pelas informações e atenção!

        Abs.

  54. 109 Bruna 18 de maio de 2014 às 23:54

    Oi Dr. to apreensiva pois não dava que era adenoma antes,,e faço com primovist de 6 em 6 meses,,,e ainda apareceu um pequeno baço acessorio…
    Diversos pequenos nódulos hipervasculares esparsos no parenquima hepatico, apresenta caracteristica sugestiva de hiperplasia nodular focais. Outras menores ideterminadas tambem com carActeristica de HNF, Existem 2 nodulos que possuem maior hipocaptação na fase hepatobiliar e aparente gordura intracelular, favorecendo a possibilidade de adenomas.

    O que acha?Obrigada

  55. 110 luciene cassara da silva 20 de maio de 2014 às 19:33

    Olá, tenho esteatose hepática e sofro muito com isso e sinto muito mal tenho dor mais infelizmente não acho medico no SUS que trate disso. Alguém poderia me ajudar preciso me tratar não bebo nada alcoólico mas sou fumante.

    • 111 mmautran 30 de maio de 2014 às 13:20

      A esteatose hepática se tornou uma enfermidade muito frequente devido ao aumento do peso da população, abuso de dietas ricas em gordura e diminuição da atividade física. Como é uma doença que acomete muita gente e não traz transtornos imediatos, só a longo prazo pode se transformar em doença hepática (do fígado) mais grave como cirrose etc., não se tem dado a devida atenção no sistema público de saúde, infelizmente. Em não sei aonde você mora mas em hospitais universitários e naqueles ligados a instituições de ensino existem serviços de hepatologia clínica que cuidam de esteatose. Um exemplo é o Hospital das Clínicas em São Paulo, Hospital São Paulo (UNIFESP), Santa Casa de São Paulo. Em outras cidades, procure hospitais ligados a Universidades de prestígio. Por exemplo, Universidades Federias e Estaduais (UFRJ, UERJ, UFPR, UFRGS etc..) Att. Dr. Marcel

  56. 112 daiane pereira 26 de maio de 2014 às 21:05

    Oi me chamo Daiane. Há quatro meses descobri que tenho um nodulo hipervascular, adenoma no fígado que mede 2,4cm. A pergunta é a seguinte: tenho diarreia crônica, náuseas, dor abdominal, inchaço no abdome e queria saber se pode ser sintomas desse nodulo e será que é necessário cirurgia. Agora já faz três meses que parei meu anticoncepcional. Meu médico acha melhor operar.

    • 113 mmautran 30 de maio de 2014 às 13:11

      Cara Daiane, o adenoma hepático, como já foi falado muitas vezes por aqui, é uma lesão benigna mas tem risco de ruptura, sangramento e transformação maligna a longo prazo. O tratamento indicado é cirúrgico para as lesões a partir de 5 cm. Algumas equipes usam o critério de 4 cm como indicação cirúrgica. Se for indicada a cirurgia, ela deve ser feita por via laparoscópica, desde que a localização do adenoma seja favorável e a equipe seja afeita a este tipo de procedimento. No seu caso, pelo tamanho, não há indicação de tratamento cirúrgico no momento, pois ele tem apenas 2,4 cm. O ideal é parar o anticoncepcional, o que você já fez, e acompanhar com exames de imagem periódicos. Att. Dr. Marcel

  57. 114 Lurdes Aparecida Selagi Guilherme 29 de maio de 2014 às 7:00

    Olá Dr. Marcel.
    Fui diagnosticada, recentemente, pela equipe do HC São Paulo com um adenoma de 4,5 no segmento IV do fígado um hemangioma e uma hnf no seg VII. O diagnostico demorou pq a RM sugeria inconclusivamente lesão neoplásica primária ou secundária. Fiz endoscopia, colonoscopia, mamografia US transvaginal e de tireoide e foi descartada a lesão secundaria. Os marcadores tumorais fora baixos e também inconclusivos. A equipe do Hc então optou pelo procedimento cirúrgico por videolaparoscopia. Parei de tomar anticoncepcional assim q descobri o nódulo em fevereiro/2014. O sr. acha que devo repetir a RM, feita emmarco deste ano ou sigo para a cirurgia? Ha chance do adenoma regredir? Não tenho nenhum outro problema e tenho 35 anos.

    • 115 mmautran 30 de maio de 2014 às 13:07

      Cara Lurdes, o adenoma hepático, como já foi falado muitas vezes por aqui, é uma lesão benigna mas tem risco de ruptura, sangramento e transformação maligna a longo prazo. O tratamento indicado é cirúrgico para as lesões a partir de 5 cm. Algumas equipes usam o critério de 4 cm como indicação cirúrgica. Se for indicada a cirurgia, ela deve ser feita por via laparoscópica, desde que a localização do adenoma seja favorável e a equipe seja afeita a este tipo de procedimento. Uma opção razoável, no seu caso em que o tamanho é limítrofe, é esperar alguns meses, tipo 6 meses, após parar o anticoncepcional e avaliar se a lesão regride de tamanho. Se isto ocorrer de maneira significativa você evita a cirurgia que, mesmo sendo por via laparoscópica, possui risco, embora pequeno. Att. Dr. Marcel

  58. 116 valeria 6 de junho de 2014 às 14:22

    Eu gostaria de saber o que é hiperecogênico e homogêneo?
    precisa de cirurgia ou transplante?

    • 117 mmautran 13 de julho de 2014 às 12:57

      Cara Valéria, este é uma denominação do aspecto de uma lesão ao exame de ultrassonografia. Não significa nada isoladamente. Deve ser interpretada dentro do contexto clínico. Uma lesão hiperecogênica e homogênea provavelmente deve ser um hemangioma, lesão benigna e que não precisa de nenhum tratamento. Att. Dr. Marcel

    • 118 mmautran 19 de julho de 2014 às 13:07

      Valéria, um nódulo hiperecogênico e homogêneo visto ao exame de ultrassonografia muito provavelmente trata-se de um hemangioma, benigno e sem indicação de nenhum tratamento. No entanto, esta informação isolada e fora do contexto clínico impede qualquer conclusão. Procure seu médico para orientação adequada. Dr. Marcel

  59. 119 SILVINEIA DE LIRA LOURENÇO 6 de junho de 2014 às 16:55

    Olá Dr Marcel, queria saber se nódulo no fígado tem que operar, pois meu filho de doze anos o médico constatou pela ultrasonografia que ele está com nódulo no fígado. ESTOU DESESPERADA ME AJUDE E ME EXPLIQUE.

    • 120 mmautran 19 de julho de 2014 às 13:10

      Silvineia, um nódulo visto ao exame de ultrassonografia pode ser qualquer coisa. Faltam dados para saber do que se trata, mas na maioria das vezes não é nada de significativo. Procure seu médico para orientação adequada. Dr. Marcel

  60. 121 debora 20 de junho de 2014 às 15:42

    boa tarde Dr. descobri q tenho 7 nodulos de hiperplasia nodular focal todos com medidas de centimetros o maior medindo 6,8 cm, e um de hemangioma de 0,9 mm , apos uma ressonancia, queria saber se tenho q operar pq sinto muito desconforto, em uma endoscopia diz q meu estomago esta sendo comprimido por eles, e tambem queria engravidar sera q tem problema?

    • 122 mmautran 19 de julho de 2014 às 13:15

      Débora, conforme já foi muito discutido por aqui, a hiperplasia nodular focal de fígado (HNF) não apresenta risco e não necessita ser retirado por meio de cirurgia. Claro, que este tumor por ser muito parecido com o adenoma, pode ser confundido com este, que precisa de cirurgia e pode aumentar com uso de anticoncepcionais e durante a gestação. Se o diagnóstico for de certeza, isto é, uma ressonância com contraste hepato-específico (Primovist) confirmando o diagnóstico de HNF eu não mais me preocuparia e levaria adiante a ideia de engravidar. Att. Dr. Marcel

      • 123 debora fernandes 5 de agosto de 2014 às 12:13

        Oi Dr. pq sera q então q eu sinto tanto desconforto tem dia q parece q lateja o meu figado, sera pelo estomago comprimido ou sera q a ressancia errou no meu diagnostico??

        obrigada . Débora Miguel.

        Date: Sat, 19 Jul 2014 15:15:20 +0000 To: debora.jpsena@hotmail.com

      • 124 mmautran 15 de agosto de 2014 às 12:03

        Cara Débora, o fígado dificilmente dói. Faça exames de seguimento para ver se os nódulos aumentaram ou mudaram de aspecto. Lembre-se que a ressonância sem contraste hepato-específico (Primovist) pode errar no diagnóstico. Att. Dr. Marcel

  61. 125 angela 28 de junho de 2014 às 10:44

    Dr. Marcel me responda por favor estou desesperada. Eu tive bebê há 11 meses e o medico pediu uma ultrassonografia que mostrou um nodulo ecogênico no seguemento VII do figado cuja a principal possibilidade é de hemangioma, e pequenos focos ecogênicos no lobo direito. Estou preocupada demais me responda urgente. grata.

  62. 127 Luana 7 de julho de 2014 às 16:08

    Olá Dr. Fiz um exame de ultrassom que detectou 1 nódulo de 4 cm desconfiando ser hemangioma ou hiperplasia..fui a uma Drº hepatologista que a mesma me solicitou um ressonancia quando fiz o laudo deu como conclusão: Possibilidade de Adenoma Hepatico não deve ser desconsiderada.
    Fiquei na duvida afinal o exame não deveria me da uma conclusão? mas parece que foi inconclusivo.
    Se de fato for adenoma qual o tratamento? Como descubro de fato qual o tipo de nódulo? Devo fazer qual exame mais ?
    Desde ja fico grata..

    • 128 mmautran 19 de julho de 2014 às 13:24

      Luana, a Ressonância nem sempre consegue afirmar com certeza se trata de uma hiperplasia nodular focal, benigna e sem indicação cirúrgica ou adenoma hepático que pode vir a necessitar de cirurgia se ultrapassar o tamanho de 5 cm. O melhor exame para definir um ou outro é uma ressonância com uso de contraste hepato-específico (Primovist) que pode dizer com mais segurança o diagnóstico. De qualquer modo nenhum exame dá 100% de certeza. Neste caso, um acompanhamento com exames de imagem, suspensão do uso de anticoncepcionais é a melhor conduta. Se for adenoma, o tratamento é cirúrgico, ressecção do tumor por videolaparoscopia se estiver aumentando de tamanho, até 5 cm pode ser observado com segurança. Att. Dr. Marcel

  63. 129 Sandra Cardoso 7 de julho de 2014 às 22:42

    Olá Dr. Marcel

    Em dezembro de 2013 descobri que estava com adenoma hepático, com múltiplos adenomas em segmentos variados do figado com tamanhos de 7 a 10 cm. Em janeiro de 2014 foi feito a biopsia e fariam a cirurgia, porem tive complicações e não pode ser feita. Então foi realizada em 10 de abril, cirurgia aberta. Nesta cirurgia ocorreu hemorragia a ponto de precisar de transfusão, ocorreu vários problemas que inclusive o médico precisou abrir mais o corte ainda, mas pedi que não detalhasse, pois o que importava que estava bem. Fiz tudo conforme recomendado. Porém no dia 12.06, senti aquela mesma dor no abdome antes da cirurgia. Como era muito forte fui ao pronto socorro, lá fizeram uma USG e foi constado novos adenomas, agora no segmento VII, onde até então nada tinha, um deles já com 6 cm, e múltiplos de 1 a 5 cm. Amanhã 07.07.14 farei uma biópsia hepática guiada por ultra-som e novamente todos os outros exames já realizados anteriormente.
    Algumas informações que acho relevante lhe passar, estou com 30 anos tomei anticoncepcional levonorgestrel 0,15 mg etinilestradiol 0,03 mg, Durante 10 anos. Parei de tomar em dez/14 quando foi descoberto, nunca fiz uso de anabolizantes. Na família, não tenho historia de câncer, e o único problema que tem algo em comum é por ser no figado, meu irmão tem gordura no figado, mas sei que isso é questão de alimentação.
    Agradeço antecipadamente pela atenção

    Att

    Scar

    • 130 mmautran 19 de julho de 2014 às 13:33

      Cara Sandra, o que você tem chama-se adenomatose múltipla. O tratamento é cirúrgico devido ao risco de sangramento ou malignização dos adenomas. No entanto, por ser múltiplo nem sempre é possível a retirada de todos os adenomas. Neste caso geralmente opta-se pela retirada dos maiores, uma vez que adenomas com menos de 5 cm dificilmente apresentam sangramento ou malignização. O adenoma NUNCA deve ser biopsiado pois resulta em sangramento ou rotura, uma vez que é um tumor hipervascularizado (possui muitos vasos sanguineos). Daí o motivo da complicação. A cirurgia de fígado é muito segura se for realizada em centro especializado e por equipe com experiência em cirurgia de fígado. Mesmo assim, não é isenta de complicações, daí a necessidade de só operar os pacientes com indicação precisa. Procure um centro especializado em cirurgia de fígado na sua cidade e se informe bem para que não ocorra novas complicações. Esta cirurgia geralmente é realizada por laparoscopia e com muita segurança. Se não houver, procure em grandes centros como em São Paulo. No momento, os adenomas de 5 e 6 cm, que você possui precisam ser retirados. Att. Dr. Marcel

  64. 131 Junia 11 de julho de 2014 às 13:00

    Dr Marcel, assim que eu fui diagnosticada com 4 nódulos caracterizados como hiperplasia nodular focal, eu parei de tomar anticoncepcional e estou optando por colocar o DIU. Gostaria de saber se existe alguma recomendação para não colocar o DIU Mirena que tem progesterona? Este hormônio pode ter alguma relação com os nódulos? O Mirena não tem contêm o estrogênio, que possui nas pilulas anticoncepcionais.
    Aguardo!

  65. 133 Joyce 19 de julho de 2014 às 19:54

    Oi Dr. Marcel, fiz uma hepatectomia do figado faz 7 anos atras, e a 2 anos retirada de nodulos benignos no figado. Sou casada e pretendo ter filhos logo mas tenho receio por conta dessas cirurgias e por conta da cicatriz. Poderia me dizer se posso ter filhos e quando? E se a algum problema? Grata.

  66. 134 Sónia 25 de julho de 2014 às 9:01

    Bom dia

    Tenho um adenoma no figado com mais de 5 cm que me tem causado dor e que tem indicação cirurgica por via aberta devido à sua localização. Como é normalmente o pós-operatório dessa cirurgia? Ainda não deixei a pilula pois aguardo consulta para estudar outro metodo contraceptivo. Uma vez que vou retirar o nodulo não poderei continuar com a pilula? Após a cirurgia, se pretender, posso engravidar?

    Grata pela atenção

    • 135 mmautran 29 de julho de 2014 às 11:27

      Cara Sonia, o adenoma hepático tem relação direta com o uso de anticoncepcional, logo será importante você utilizar outro método contraceptivo. Você pode engravidar e ter uma vida normal após a cirurgia. Verifique se realmente não existe a possibilidade de operação por via laparoscópica. Hoje em dia somos capazes de realizar qualquer tipo de cirurgia de fígado por laparoscopia. Seria interessante ver as imagens da tomografia ou ressonância para sabermos da possibilidade de cirurgia por laparoscopia. Dr. Marcel.

      • 136 Sonia Oliveira 3 de agosto de 2014 às 14:21

        Obrigado Dr. pela atenção dispensada. Junto envio os meus exames (TAC e RESSONÂNCIA). Não são os exames mais recentes, mas são os que tenho comigo, a ressonancia mais actual ficou no hospital.

        Aguardo sua opinião

        Cumprimentos Sónia Oliveira​ ressonancias.zip ​​ tac.zip ​

      • 137 mmautran 3 de agosto de 2014 às 21:42

        Cara Sonia, consegui ver as imagens que me mandaste. O teu adenoma fica numa região posterior, porém sem nenhuma dificuldade para sua retirada por via laparoscópica. No início da laparoscopia, só operávamos lesões anteriores e inferiores, ou seja, as mais fáceis. Hoje em dia,com a melhoria dos instrumentos e maior experiência com o método, conseguimos retirar por laparoscopia lesões em qualquer lugar, inclusive o local onde se encontra o teu adenoma. E quanto à sua pergunta anterior, o pós-operatório é bem simples, com menos dor e mais rápido que a operação por via aberta. Deverá usar método alternativo de contracepção mas pode engravidar e ter vida normal após o procedimento. Att. Dr. Marcel

  67. 138 Renéia Prado 31 de julho de 2014 às 0:06

    Boa noite eu estou com um hemangioma no fígado medindo 3:5 por 3:3 já na face 7 .isso é grave eu vou passar por cirurgia e quanto tempo demora a cirurgia e quanto tempo e minha recuperação . Muito obrigada

    • 139 mmautran 31 de julho de 2014 às 0:31

      Cara Reneia, me desculpe mas não existe indicação nenhuma para você ser submetida a uma cirurgia por causa de um hemangioma. O hemangioma, como já foi dito inúmeras vezes por aqui é benigno, não dá sintomas, não rompe e não maligniza. NÂO PRECISA OPERAR!!! Além de desnecessário pode ser perigoso, procure se informar melhor e peça opinião de outro profissional. Existe risco em toda cirurgia, até de morte. Logo, se não houver necessidade, como é o seu caso, NÂO DEVE SER OPERADA. Att. Dr. Marcel

  68. 140 Marta Melzi 31 de julho de 2014 às 10:37

    Olá Dr. estou muito preocupada, pois ha cerca de 8 meses fui diagnosticada com um nodulo hepatico de 4,0 cm e fiz ressonancia e tomografia que revelaram se tratar de hiperplasia nodular focal. Repeti o ultrassom para controle e o nodulo esta agora com 5,2 cm. Como posso ter certeza se trata-se de uma HNF? Porque ele esta crescendo? Tenho que operar?

    • 141 mmautran 3 de agosto de 2014 às 20:14

      Cara Marta, as medidas podem variar de exame para exame. Às vezes a medida da lesão via ultrassom pode ser maior. Na dúvida refaça a ressonância. De qualquer modo, se a suspeita for mesmo de hiperplasia nodular focal não necessita de tratamento algum. Att. Dr. Marcel

  69. 142 Viviane 4 de agosto de 2014 às 17:03

    Boa tarde, Dr Marcel! tenho 30 anos e faz um mês que descobri por um exame de rotina (fiz bariátrica em dez de 2012) que tenho um nódulo hepático. O laudo da RM sugeriu adenoma hepático de 4,8 x 3,7. Logo que descobri parei de tomar o anticoncepcional. Consultei com vários médicos daqui do ES e alguns me dizem para operar e outros para aguardar 3 meses. Minha grande dúvida é quando poderei engravidar? Aguardo pra ver se realmente a lesão vai diminuir? Opero logo pra ficar livre do adenoma? Se ela diminuir, qual é o tamanho que não trará risco pra minha futura gravidez?

    • 143 mmautran 15 de agosto de 2014 às 11:59

      Cara Viviane, o tamanho a partir do qual o adenoma começa a se tornar perigoso é 5 cm. Logo você bateu na trave. Eu aguardaria pois trata-se de uma lesão benigna e a cirurgia sempre possui risco, logo não deve ocorrer nada com você neste período de espera e o adenoma pode até diminuir de tamanho e você evitará uma cirurgia. De qualquer modo, espero um pouco para engravidar, você tem apenas 30 anos e pode resolver tudo em menos de um ano. Se optar pela cirurgia, procure algum especialista e a realize por videolaparoscopia. Att. Dr. Marcel

      • 144 Viviane 15 de outubro de 2014 às 21:37

        Dr Marcel, estou aguardando uma nova RM para reavaliar meu adenoma. Um médico me disse que antes de operar não realizar atividades físicas, correr ou dançar! Outro médico disse que posso fazer tudo isso. Estou confusa existem ou não contra-indicações para quem possui um adenoma hepático de 4,8 x 3,7.?

      • 145 mmautran 22 de outubro de 2014 às 22:22

        Cara Viviane, o adenoma pode sangrar e romper, especialmente a partir de 5 cm. Você provavelmente possui indicação de tratamento cirúrgico. procure um centro especializado e faça a cirurgia por laparoscopia. Att. Dr. Marcel

  70. 146 Maria 5 de agosto de 2014 às 12:30

    Boa tarde, tenho HNF, seis lesões, sendo duas maiores de 7 cm (segmentos 4 e 6). Dois exames foram feitos pelo mesmo método, ressonância magnética, e essas maiores que eram de 4 cm foram para 7 cm. Esse aumento pode ser constante?? A interrupção do uso de anticoncepcionais pode, talvez, estagnar o crescimento?? Existe algum procedimento que possa ser feito nesses segmentos se com o decurso do tempo uma intervenção seja necessária ??? Att. Maria

    • 147 mmautran 15 de agosto de 2014 às 11:55

      Cara Maria, realmente o crescimento foi significativo. Se você ainda não interrompeu o uso de anticoncepcionais, talvez seja a hora. HNF pode aumentar mas temos que ter certeza de que se trata realmente de HNF e não adenoma. O ideal seria realizar um ressonância com contraste específico (Primovist) para dirimir eventual dúvida diagnóstica. Att. Dr. Marcel

  71. 148 vinicius wandersom martins salvador 13 de agosto de 2014 às 21:23

    Oi, eu tenho um CHC (carcinoma hepatocelular, tumor primário de fígado) de 14 cm e estou em uso do Nexavar (quimioterapia). perguntas?
    1. Tenho direito a transplante?
    2. Meus médicos sabiam desde que tinha 2 cm. Qual a responsabilidades deles?
    3. Quais meus direitos legais?

    • 149 mmautran 15 de agosto de 2014 às 11:52

      Caro Vinicius, eu editei sua pergunta para os leitores deste saberem do que se trata CHC e Nexavar. Respondendo às suas perguntas:
      1. Pelo critério da secretaria de saúde, você não pode ser transplantado pois você está fora dos critérios de Milão (adotado pela secretaria de saúde), ou seja presença de tumor único com até 5 cm de diâmetro ou até 3 tumores com diâmetro máximo de um deles de 3cm, ausência de trombose tumoral,e fígado cirrótico. Logo, se você não tiver cirrose hepática, a indicação é cirurgia independente do tamanho do tumor. No estágio atual, se você tiver uma cirrose compensada (Child A) a ressecção é a melhor opção para você. Pelas informações passadas não consigo saber. Existe um alternativa de transplante em duas situações: resposta do tumor com redução das medidas para menos de 5 cm ou transplante intervivos com doação de parte do fígado de um membro da sua família, com a ressalva de que se não der certo ou tiver rejeição você não pode ser resgatado com fígado da secretaria de saúde.
      2 e 3. Não sou advogado e não posso comentar nada sobre responsabilidade ou direitos legais.
      Espero ter sanado algumas de suas dúvidas mas se quiser me escreva contando mais detalhes do seu estado de saúde, exames de sangue e dados clínicos para cálculo do Child (bilirrubinas totais, INR, Albumina, presença de ascite ou encefalopatia) e MELD (INR, bilirrubinas e creatinina). Att. Dr. Marcel

  72. 150 mary 19 de agosto de 2014 às 11:06

    Olá doutor tenho uma menina com hemangioma hepático com 2 anos de idade foi descoberto com ecografia. Teve febre altas e os médicos por cá primeiro falaram numa bacteria E. coli no intestino depois de ter feito ecografia. Tomografia revelou hemangioma ou abscesso hepático. Com estas hipóteses diagnósticas foi internada durante 8 dias com antibiótico endovenoso. Veio para casa com antibiótico e repetimos ecografia que mostrou o nódulo com as mesmas dimensões. Também fizeram a hipótese de arranhadura de gato o que achei muito estranho pois a menina não tem contato com gatos. Seria melhor a cirurgia visto que na história familiar temos muitos casos de cancro, inclusive meu pai faleceu com cancro no fígado.

    • 151 mmautran 22 de agosto de 2014 às 20:12

      Cara Mary, o hemangioma não dá febre e nem precisa ser operado. O mais provável, sem ver as imagens da tomografia ou ecografia, é que se trata de algo infeccioso. Aliás o hemangioma pode estar lá e não ter nenhuma relação com a febre e o quadro dela. Acompanhe com ressonância e procure um cirurgião pediátrico com experiência em fígado. Existem alguns tumores de fígado que ocorrem em crianças pequenas. Alguns são malignos e realmente precisam de cirurgia como o hepatoblastoma mas outros como o hemangioma não necessitam de nenhum tratamento. Att. Dr. Marcel

  73. 153 Lilian 21 de agosto de 2014 às 3:28

    Dr Marcel, fui diagnosticada com hemangioma cavernoso com 4 cm de diâmetro. Tomo anticoncepcional há 10 anos, parei há 6 meses por causa do
    diagnostico. Gostaria de voltar a tomar.

    Qual o risco do anticoncepcional oral no meu caso??
    Existe risco de ruptura ou crescimento durante a gravidez?? ( pretendo engravidar em 2016)

    Vejo muitas opniões contraditórias para o uso de contraceptivo oral em portadores de hemangioma.

    Muito obrigada pela atenção!!
    Lilian

    • 154 mmautran 22 de agosto de 2014 às 20:05

      Cara Lilian, não existe indicação para retirada de hemangioma hepático, Também não existe influência do uso de anticoncepcional no aparecimento e crescimento de hemangiomas no fígado. Pode engravidar normalmente. O hemangioma não rompe nem deve crescer durante a gestação. Logo NÃO precisa de cirurgia. É benigno e inofensivo. Att. Dr. Marcel

  74. 156 lau 22 de agosto de 2014 às 19:13

    Ola!!! estou com uma dúvida…
    Os médicos falaram que o meu pai esta com hepatite B e ele vai ter que tirar uma parte do fígado… isso é normal? obrigada

    • 157 mmautran 22 de agosto de 2014 às 20:02

      Cara Luana, não, não é normal. Existem duas hipóteses, ou farão uma biópsia para saber do estágio da doença dele ou ele tem um tumor maligno (carcinoma hepatocelular) que pode aparecer em quem tem hepatite B. Procure se informar o que de fato farão. Uma biópsia é um procedimento simples onde um pequeno fragmento é retirado com uma agulha que pode ser realizado com anestesia local ou com laparoscopia. Já uma retirada de parte do fígado envolve uma cirurgia com anestesia geral e uma parte do fígado, contendo o tumor, é retirado com intuito curativo. Esta cirurgia pode ser feita por via aberta ou laparoscópica, de acordo com a experiência da equipe que o está tratando. Att. Dr. Marcel

  75. 158 lerenildaLere 28 de agosto de 2014 às 2:53

    Tenho sintomas abdominais e torácicos, como dor, ardência, refluxo, etc. Durmo quase sentada, para não engasgar; minha vida é um martírio desde a infância. Já fiz vários exames (desde 1999), de ultrassonografias, endoscopias, até RM do abdomen; de anormal, aparecem: um “inocente” hemangioma de 4 cm, gastrite crônica enantematosa não ativa (geralmente); e uma vez veio o diagnóstico de uma hérnia de hiato, que o gastro não aceitou, mas também nunca nenhum especialista conseguiu sequer amenizar minha agonia noturna; e incômodos durante o dia. Já fiz uso de vários medicamentos, desde o antigo Milantaplus, Ranitidina, Omeprazol; Prazol, Motilium, Peridal, etc. Nunca houve remissão de nenhum dos sintomas (doença?). Apenas tento “desconhecer” pra não pirar, e vou levando essa vida sem qualidade. Penso: Será que esse “inocente” hemangioma é tão inocente assim? Por que em um exame o diagnóstico foi de hérnia de hiato? O que tenho? Já procurei desde psicólogos a cardiologista. Enfim, doutor, o que pode a medicina fazer por mim?

    • 159 mmautran 28 de agosto de 2014 às 12:57

      Sim, Ierenilda, o hemangioma é inocente nesta história. O que deve ser feito é uma investigação melhor do seu quadro de refluxo e dispepsia. Exames mais precisos como eletromanometria esofágica, pHmetria de 24 hs, estudo contrastado do esôfago, estômago e duodeno, além de uma endoscopia bem feita podem esclarecer o diagnóstico e orientar o seu tratamento. Com esses exames e uma consulta com seu gastroenterologista clínico você pode resolver definitivamente seu problema. Em alguns casos, achados anormais nestes exames como hipotonia do esfíncter inferior do esôfago (eletromanometria esofágica) podem indicar necessidade de correção cirúrgica (por laparoscopia) de uma doença do refluxo gastro-esofágico. Lembre-se que o que os leigos chamam de “males do fígado” são, na verdade, problemas de estômago como gastrite e refluxo. Att. Dr. Marcel

  76. 160 lerenilda 28 de agosto de 2014 às 13:16

    Puxa! Enfim surge uma esperança. Vou levar a prestimosa e valiosa consulta virtual à gastroenterologista, no dia 05/09. O senhor não tem ideia da sensação de alivio, pela esperança dada, de que não sou um “caso perdido” no tempo. Se há outras possibilidades, acredito agora que o inocente hemangioma, não seja o culpado. Que se formem muitos mais médicos com essa capacidade técnica, e boa vontade. Muitíssimo obrigada, doutor. E que Deus me ajude!

  77. 161 edna Magalhães de Souza Valle 9 de setembro de 2014 às 17:52

    Boa tarde Doutor,
    Meu marido foi operado par retirar adenocarcinoma de colon sigmóide, estágio IV, sem contaminação de linfonodos. Está fazendo quimioterapia com oxaliplatina e xeloda pra reduzir 1 nódulo de 4,5 cm no segmento IV do fígado e dois de 2 e 1 cm nos segmentos VII e VII. O médico especialista em cirurgia de fígado vai fazer operação aberta para retirada desses nódulos. Qual o risco desa cirurgia? Tem chances dos nódulos voltarem?

    • 162 mmautran 12 de setembro de 2014 às 19:11

      Cara Edna, trata-se de uma hepatectomia convencional. Se for realizada por médico com experiência em cirurgia de fígado como você mencionou na sua pergunta o risco de mortalidade é abaixo de 2%, desde que realizada em centro especializado, ou seja, Hospital com as condições necessárias para uma cirurgia deste porte. O risco pode ser maior se o seu marido tiver co-morbidades (hipertensão arterial, diabetes etc). É importante realizar ultra-sonografia intra-operatória para verificar se existem outros nódulos além dos que foram vistos pelos exames de imagem, para se ter certeza que toda a doença foi retirada. Em se tratando de cirurgia para metástases hepáticas, sempre existe risco de retornarem. Att. Dr. Marcel

      • 163 Edna Magalhães de Souza Valle 16 de setembro de 2014 às 16:53

        Obrigada, Doutor. A sua iniciativa de responder aos “aflitos” é muito humana e esclarecedora, parabéns.

  78. 164 Tatiane 11 de setembro de 2014 às 22:53

    Oi boa noite, estou grávida de 7 meses, no final do mês faço 8 meses, em um ultrassom foi descoberto que eu estou com nódulos hepáticos (no fígado), gostaria de saber se isso pode afetar o meu bebê.

    • 165 mmautran 12 de setembro de 2014 às 19:15

      Cara Tatiane, o achado incidental (sem querer, durante exame de rotina) de nódulos no fígado é muito comum. Curta sua gravidez e depois do parto procure se informar melhor e realizar exames para determinar a natureza dos nódulos. Na maioria das vezes são benignos e não causam nenhum problema. Se realmente for este o seu caso, não vai afetar seu bebê. Att. Dr. Marcel

  79. 166 Mônica 25 de setembro de 2014 às 12:13

    Por favor, gostaria de saber a contraindicação para o uso de DIU Mirena para quem tem 2 adenomas um medindo 8 X 5 cm e outro medindo 3x 3,5 cm.

    • 167 mmautran 2 de outubro de 2014 às 7:18

      Cara Monica, na verdade, se você possui um adenoma de 8 cm de diâmetro, talvez tenha que ser operada. De qualquer forma, qualquer contraceptivo que envolva alguma forma de hormônio, como o caso do DIU Mirena, pode causar crescimento do adenoma. No seu caso, especificamente, o tamanho já passou o limite considerado seguro para acompanhar sem tratamento cirúrgico. Consulte seu médico. Att. Dr. Marcel

  80. 168 thaís 26 de setembro de 2014 às 23:02

    Boa noite, descobri uma adenomatose hepatica múltipla e fator de leiden V em heterozigoze há dois anos e desde lá suspendi o uso do anticoncepcional. Possuo umas 15 lesões e as maiores têm 2,7 cm. Tenho 35 anos e agora estava pensando em gravidez, porém o hepatologista acha arriscado devido à possibilidade do desenvolvimento das lesões durante a gravidez e se eu não puder engravidar realmente, eu poderia usar o DIU de progesterona?

    • 169 mmautran 2 de outubro de 2014 às 7:23

      Cara Thais, o ideal é evitar contraceptivos com hormônios, mas como os seus adenomas, embora múltiplos, são pequenos, eu acho que a contracepção com DIU com progesterona pode ser uma boa alternativa. No entanto, você precisa acompanhar os adenomas com exames de imagem. Se houver crescimento, precisa trocar o método para DIU sem hormônio ou outro método (preservativo etc). Att. Dr. Marcel

  81. 170 Lu 1 de outubro de 2014 às 12:19

    Olá Dr.! Gostaria muito de uma orientação. Estou preocupada demais. Fui diagnosticada com hiperplasia nodular focal de 1,5 cm X 1,2 através de ressonância com contraste hepato-bliar. Esse nódulo fica adjacente a veia cava inferior e a veia hepática média. Sei que em casos de hiperplasia a conduta é expectante. Mas fico apreensiva devido a proximidade do nódulo a estas veias. Tenho medo de compressão ou invasão do nódulo a veia cava ou hepática. Uma conduta observadora não poderia facilitar esta situação caso haja aumento do nódulo? Sei que a cirurgia é de risco elevado. Procurei um cirurgião hepático e o mesmo me assustou devido a localização do meu nódulo. Ele também disse que a embolização não traria efeitos benéficos por que meu nódulo esta em uma região muito vascularizada. Devo apenar acompanhar mesmo? E o risco de aumentar e invasão das veias? Estou muito apreensiva mesmo. Me oriente por favor.

    • 171 mmautran 2 de outubro de 2014 às 7:34

      Cara Luciene, independente da localização da hiperplasia nodular focal (HNF), a HNF é absolutamente benigna e não necessita de nenhuma forma de tratamento. Mesmo próximo a vasos importantes, ela não causa nem vai causar nenhuma obstrução destes vasos. Se aumentar, não ocorrerá invasão pois a definição de tumor benigno é de tumor que não invade estruturas próximas. É da natureza dele não causar nenhum problema ou risco. Relaxe e não fique impressionada. Embolização, ablação, alcooloização ou cirurgia não estão indicadas. Só acompanhar com exames periódicos. Att. Dr. Marcel

  82. 172 Denize Biondon 6 de outubro de 2014 às 11:45

    Dr preciso de uma resposta urgente,meu esposo está com Hepatite B e no fígado dele tem um tumor medindo 13,50×14,9…fizemos a biópsia e deu: Neoplasia Maligna Fusocelular e ainda um pedaço do fígado está com cirrose hepática, o hospital mandou ele pra casa dizendo que está em fase terminal. O meu esposo tem 36 anos e faz todas as necessidades fisiologicas normais, come normalmente e etc… e por incrivel que pareça não tem ictericia. Poderia tentar um transplante? por favor me responde.

    • 173 mmautran 22 de outubro de 2014 às 22:18

      Cara Denize, procure um centro especializado em cirurgia hepática para avaliar a possibilidade de cirurgia. Normalmente, o transplante não está indicado em tumores deste tamanho mas deve ser avaliado caso a caso. Att. Dr. Marcel

  83. 174 Kelly Soliane de Matos 6 de outubro de 2014 às 17:21

    Boa tarde Dr.! Meu nome é Kelly, foi diagnosticado em meu fígado através de Ultrasson e Tomografia, um hemangioma medindo 4 cm, e adenomas múltiplos, o maior medindo 2 cm; Detalhe é que estou na 14ª semana de gestação, já sentindo muita saciedade quando começo uma refeição, também estou sentindo fadiga, falta de ar ao me exercitar bastante, estou muito apreensiva, gostaria da sua opinião sobre possíveis complicações ou indicação de tratamento. Grata !!!!!

    • 175 mmautran 22 de outubro de 2014 às 22:20

      Cara Kelly, o hemangioma e os pequenos adenomas não tem relação com os seus sintomas, fique tranquila. Após a gravidez procure um especialista em fígado para reavaliar e ver se são mesmo adenomas ou hemangiomas. Att. Dr. Marcel

  84. 176 Valéria Sousa Mendes 17 de outubro de 2014 às 17:50

    Doutor há 6 meses atrás descobri que estou com hemangioma, gostaria de saber se eu posso ingerir bebida alcóolica, se o consumo desta moderadamente pode piorar esse hemangioma?

    • 177 mmautran 22 de outubro de 2014 às 22:23

      Cara Valéria, o hemangioma não causa nenhum sintoma e não precisa mudar seu hábito por causa dele. É claro que o abuso de álcool faz mal para qualquer pessoa independente da presença ou não de hemangioma. Att. Dr. Marcel

  85. 178 Thayná 17 de outubro de 2014 às 18:21

    Boa tarde Dr! Há um mês fui diagnosticada com Hiperplasia Nodular Focal, o tumor mede 7cm, está localizada no lobo caudado, no laudo da RM diz que o tumor está pressionando a veia cava. Neste caso há necessidade de uma intervenção cirúrgica? No caso de gravidez, corre risco do tumor aumentar? Atenciosamente.

    • 179 mmautran 22 de outubro de 2014 às 22:25

      Cara Thayná, se for realmente uma hiperplasia nodular focal, não precisa se preocupar. Não há indicação de cirurgia, mesmo nesta localização. Aliás, principalmente nesta localização, onde a cirurgia, se não for realizada por alguém experiente pode levar a complicações graves. Pode engravidar. Att. Dr. Marcel

  86. 180 Paulo Claretiano 22 de outubro de 2014 às 19:14

    Dr. Boa Noite, homem de 68 anos, com emagrecimento repentino, na Tomografia Multislice de Abdomeme Total com contranste foi constatado multiplas lesões ovaladas hipodensas/hiporrealçadas no parenquima hepatico, notadamente no lobo direito, as maiores nos segmentos V medindo 77 x 64mm e segmento VII medindo 80 x 65 mm.
    Por Favor me ajude quanto ao esclarecimento do que é, se tem tratamento, se é necessário biopsia e cirugia, qual a sobre vida.
    Obrigado,

    Paulo Claretiano

    • 181 mmautran 22 de outubro de 2014 às 22:27

      Caro Paulo, a descrição pode ser de um tumor metastático (do cólon ou estômago, por exemplo) ou tumor primário múltiplo. Não dá para opinar, mas dá para saber que é sério e precisa de atenção urgente de um especialista para realizar outros exames e chegar ao diagnóstico definitivo. Procure o quanto antes um oncologista que lhe dirá o que fazer. Att. Dr. Marcel

      • 182 debora fernandes 23 de outubro de 2014 às 11:27

        bom dia sr. fiz a ressonancia novamente com o contraste q o Sr. indicou e fiquei meio preocupada o Sr. poderia dar uma olhada?obrigado e deus abençoe Obs. é a segunda em 6 meses de intervalo

        Date: Thu, 23 Oct 2014 00:27:59 +0000 To: debora.jpsena@hotmail.com

  87. 183 Julio César Silveira 30 de outubro de 2014 às 20:32

    Olá Dr.! Eu Julio César Silveira, através de exames clínicos detectaram hemangioma cavernoso e retiraram toda parte direita do fígado, em 10/12/13. Hoje me sinto bem, mas gostaria de saber se vivendo com a parte esquerda do fígado minha expectativa de vida vai diminuir muito?

    • 184 mmautran 20 de novembro de 2014 às 11:28

      Na verdade, Julio, não existe indicação para retirada de hemangioma, mesmo volumoso. De qualquer modo, o fígado esquerdo cresce e passa a ocupar o mesmo volume anterior, o que não diminui em nada sua expectativa de vida. Att. Dr. Marcel

  88. 186 Julio César Silveira 31 de outubro de 2014 às 17:44

    Julio César Silveira, 55 anos, fiz rececção, cirurgia com retirada do lado direito do fígado devido hemangioma cavernoso, 14 cm. A cirurgia ocorreu em 10/12/13, fisicamente me sinto muito bem, no entanto gostaria de saber se vivendo somente com a parte esquerda do fígado se minha expectativa de vida será alterada?

  89. 187 Débora 5 de novembro de 2014 às 15:57

    Boa Tarde Dr. tenho 24 anos e Recentemente descobri nódulos no meu fígado através da US e fiz a tomografia para melhor visualização e consta assim no laudo, lesões distribuídas:
    > segmento ii/iva medindo 3,4 x 2,3 cm
    > segmento iva 3,7 x 3,5 cm
    > segmento vi/vii 2,7 x 2,5 cm
    > segmento ivb 3,6 x 2,2 cm
    Comentários: Formações nodulares hepáticas cujas características e comportamento hemodinâmico de múltiplas hiperplasias nodulares focais e menos provável de adenomas.
    Vou fazer uma ressonância daqui uns dias para esclarecimentos. Mas estou super preocupada? Isso é devido uso de anticoncepcional já faz 8 anos de uso, devo parar de tomar?…e pretendo ter filhos mais a frente isso vai me prejudicar?…

    Obrigada

    • 188 mmautran 20 de novembro de 2014 às 11:31

      Cara Débora, os nódulos são pequenos e portanto sem indicação de cirurgia, mesmo se forem adenomas. Depois poste o resultado da ressonância para sabermos se eram hiperplasias nodulares focais (sem indicação de cirurgia) ou adenomas (acompanhamento). Se forem adenomas terá que cessar o uso de contraceptivos orais e acompanhar. Nada impede seu desejo de ter filhos, desde que tenha acompanhamento adequado. Att. Dr. Marcel

  90. 189 JEREMIAS OLIVEIRA GOMES 11 de novembro de 2014 às 13:08

    Olá Doutor, estou com uma dúvida enorme e ao mesmo temo preocupado!
    O relatório da tomografia computadorizada está mostrando que o meu fígado está com contornos e dimensões conservados, com coeficientes de atenuação do parênquima preservados, exceto por área focal irregular e com hiporrealce pelo contraste no segmento VII/VIII do lobo hepático direito, visibilidade apenas na fase portal, medindo grosseiramente 2,6 x 2,0 cm nos eixos maiores.

    Além de moldura intestinal sem alterações grosseiros ao método, exceto por discutível espessamento pariental concêntrico no segmento próximal do cólon transverso.

    O que poderia está acontecendo comigo? preciso urgentemente de uma orientação de um especialista.

    • 190 mmautran 20 de novembro de 2014 às 11:34

      Caro Jeremias, os dados não são suficientes para uma opinião adequada, mas acho que você deveria realizar uma colonoscopia para dissipar qualquer dúvida em relação ao cólon. Uma ressonância pode esclarecer a alteração do fígado, mas a prioridade é fazer o quanto antes uma colonoscopia. Att. Dr. Marcel

  91. 191 simone 20 de novembro de 2014 às 12:29

    Dr Marcel, eu fiz um desses exames de rotina a ultrassonografia abdominal total que deu o seguinte resultado, aumento da ecogenicidade difusa do parênquima hepática que pode estar no contexto de enfermidade de depósito, considerar como principal diagnóstico esteatose hepática. Nessas condições observamos imagem nodular em segmento 4, sugestiva de área de parênquima preservado com 1,4 cm.

    • 192 mmautran 26 de novembro de 2014 às 21:40

      Cara Simone, provavelmente você tem um pouco de gordura no fígado e existe uma área normal que pode aparecer ao ultrassom como um nódulo. De qualquer forma, nada com que se preocupar mas deve ser acompanhada por um clínico, de preferência hepatologista para tratar este acúmulo de gordura no fígado. Exercício físico, diminuir ingestão de alimentos gordurosos já ajudam. Att. Dr. Marcel

  92. 193 simone 20 de novembro de 2014 às 12:35

    Devo me preocupar ou fazer algum outro exame pra saber se é maligno ou benigno,desde agradeço….

  93. 194 nadir 21 de novembro de 2014 às 22:29

    Uma pergunta. O que é nódulo hipodenso? Fui diagnosticado no figado.

  94. 195 Angelita Zanatta 23 de novembro de 2014 às 19:45

    Olá doutor, descobri em uma RM uma Hiperplasia nodular focal com o seguinte diagnóstico:lesão nodular na periferia do segmento 6 do lodo direito do fígado, medindo 10,2 x 8,2 x 7,0 cm, om esse tamanho há indicação de cirurgia? se eu engravidar pode haver riscos na gravidez?

    • 196 mmautran 26 de novembro de 2014 às 21:43

      Cara Angelita, a hiperplasia nodular focal do fígado é uma alteração benigna do fígado e não necessita de cirurgia, independente do tamanho. Pode engravidar e ter uma vida normal. É importante, no entanto, sempre fazer acompanhamento com exames de imagem periódicos. Att. Dr. Marcel

  95. 197 vicente de paula 25 de novembro de 2014 às 11:16

    Bom dia doutor!

    Fiz uma ultrassom ontem e deu o seguinte resultado: imagem hipoecoica nodular no lobo direito medindo 1,5 x 0,6 cm. Na parte de conclusão a medica diz sugestiva de nódulo sólido. que poderia ser? tenho que me preocupar urgente?

    • 198 mmautran 26 de novembro de 2014 às 21:46

      Caro Vicente, o nódulo hipoecóico ao exame de ultrassom pode ser muitas coisas, logo é necessário aprofundar o diagnóstico. Uma ressonância ajuda a esclarecer. Importante você saber que na maioria das vezes não se trata de nada grave, maligno. Você tem o que chamamos de nódulo incidental. Pequeno demais para sabermos apenas com ultrassom… Att. Dr. Marcel

  96. 199 cecilia 25 de novembro de 2014 às 14:20

    um nodulo no figado e estou gravida ser que precisarei de me submeter a uma cirurgia para retirar o mesmo?

    • 200 mmautran 26 de novembro de 2014 às 21:48

      Cara Cecília, se você puder ler o que postamos abaixo verá que o que você tem é muito comum e geralmente é benigno e sem indicação de cirurgia. Não se preocupe agora, tenha seu filho (a) sem maiores preocupações e depois faça uma ressonância para esclarecer o diagnóstico definitivo. Att. Dr. Marcel

  97. 201 Ligia 27 de novembro de 2014 às 20:56

    Ola, dr. meu nome é Ligia, tenho 32 anos e fiz uma tomografia em 08.13 que constou 2 hemangiomas de 8cm e 6cm e outros múltiplos de 0,9cm. Atualmente fiz uma RM e constou 8,9cm o outro 6,5cm e os múltiplos de 1cm, ou seja, aparentemente aumentaram. Devo fazer algo? Tenho tido enjôos frequentes, mas não sei se está relacionado. Obrigada

    • 202 mmautran 30 de novembro de 2014 às 22:25

      Cara Ligia, o hemangioma não possui indicação de tratamento cirúrgico, mesmo os de grande tamanho. A diferença de medida entre um exame e outro pode ser devido exclusivamente à diferença entre tomografia e ressonância e não um real aumento. Raramente possui qualquer sintoma. Faça uma endoscopia para diagnóstico da causa dos enjôos (gastrite, refluxo etc) e só acompanhe os hemangiomas. Att. Dr. Marcel

  98. 203 Rosa 28 de novembro de 2014 às 0:14

    ola, gostaria de obter uma informação, pois estou desesperada, tenho 67 anos e em uma ultra sonografia, detectou-se 3 nodulos no figado, sendo deste o maior com 9 x 8 x 8 cm. tambem foi identificado hepatomegalia (figado inchado), gostaria de saber com base nas suas experiencias se existe chances grandes de esses nodulos serem malignos. Resalto que sinto dores na regiao quando apalpo e quando agaixo.

    Por favor aguardo seu retorno,

    • 204 mmautran 30 de novembro de 2014 às 22:28

      Cara Rosa, o ultrassom é um excelente exame para detectar alterações no fígado mas não para nos dizer do que se trata estas alterações. Logo, faça uma ressonância de abdome e procure um médico especializado. Pode ser desde um inocente hemangioma a até algo mais sério. Att. Dr. Marcel

  99. 205 Irany montan Lopes de santana 28 de novembro de 2014 às 21:57

    Doutor boa noite, por favor me ajude. Descobri que tenho cistos no fígado. Acompanho com uma hepatologista que disse que tenho 5 cistos entre 1 e 6,7 cm. Fiz vários exames de sangue e para hepatite e todos deram negativo. Fiz ultrassom e tomografia, ela passou uma punção aspirativa com biópsia, para esse que mede 6,7x 4,2 cm. Perguntei se podia fazer antes do natal mas ela pediu para eu esperar passar o natal e fazer em janeiro, mas fico nervosa e com medo pois tenho medo de arrebentar dentro de mim. Ela disse que era só para eu fazer caminhada leve e não lutar boxe. Todos os meus órgãos estão bons. Não sinto dor só enjoo. Liguei para o hospital e eles não estão agendando porque estão trocando o aparelho da tomografia para um mais moderno. O que eu faço? Será que posso esperar?

    • 206 mmautran 30 de novembro de 2014 às 22:48

      Irany, a aspiração do cisto não é tratamento e sim uma maneira de chegar ao diagnóstico, portanto não tem nenhuma pressa de ser feito. O cisto não rompe espontaneamente. O ideal é fazer o diagnóstico sem qualquer punção ou biópsia. Uma ressonância pode ajudar a esclarecer o diagnóstico com menos risco para você. Se o cisto tiver parede lisa, sem vegetações e conteúdo homogêneo, provavelmente trata-se de um cisto simples que não precisa de cirurgia ou aspiração, só acompanhamento com exames simples de imagem (ultrassom). No entanto, se tiver parede espessada, vegetação e conteúdo heterogêneo, pode ser um cistadenoma biliar e pode ter indicação de cirurgia. Att. Dr. Marcel

  100. 208 hederly datovo martins 30 de novembro de 2014 às 2:39

    Boa Noite Dr. Marcel
    Primeiramente , não poderia deixar de parabenizá-lo , por tudo que li de sua dedicação .
    Meu marido,(67anos) em check-up anual , no ultrassom abdominal constatou
    uma imagem nodular de 3,3cm X 3,5, localizado no segmento VI/VII.
    Ressonância: nódulo sólido, 3,6 cm diâmetro, na periferia apresenta cisto cerca de 0,6 cm diâmetro.
    BIOPSIA; estudo citológico sugestivo de lesão proliferativa hepatocelular
    REVISÃO HISTOPATOLOGICA DA BIOPSIA: Neoplasia hepatocitária bem diferenciada com atipia focal.(aspecto sugestivo de adenoma hepático
    Exame Imuno-histoquimico: ADENOMA HEPÁTICO , SUBTIPO NÃO CLASSIFICADO.
    Só hoje pesquisando encontrei o senhor, pois estou sem rumo e preciso de orientação. E mesmo necessário a cirurgia?

    Obrigado.

    • 209 mmautran 30 de novembro de 2014 às 22:22

      Cara Hederly, o adenoma em homem é muito raro! Geralmente trata-se de um carcinoma hepatocelular bem diferenciado e pode confundir se a amostra (biópsia) não estiver bem representada. Logo é possivelmente MALIGNO e por este motivo deve ser submetido à intervenção cirúrgica. Pela localização e tamanho é passível de cirurgia por videolaparoscopia, desde que em centro especializado e equipe com experiência em tal técnica. Att. Dr. Marcel

      • 210 hederly datovo martins 1 de dezembro de 2014 às 22:40

        Boa noite Dr Marcel, agradeco sua atencao,, que bom seria se encontrassemos sempre, profissionais como o senhor..

  101. 211 Edna Valle 2 de dezembro de 2014 às 5:15

    Caro Dr Marcel
    Meu marido já realizou a hepatectomia com cirurgião especializado no dia 27 de novembro. Ainda está hospitalizado; foi retirado o nódulo no segmento IV próximo a veia e o lado esquerdo. Os exames mostraram alteração de enzimas bilirrubinas e um pouco de anemia, mas segundo o cirurgião dentro do esperado. Ele está reclamando de um mal estar intenso, fraqueza e não está se alimentando direito.Hoje fez ultra sonografia e não deu sangramento. Esse mal estar está intenso, deixando-o nauseado e não está conseguindo nem conversar direito. Estou muito preocupada, gostaria de saber sua opinião sobre esse quadro pós operatório.

    • 212 mmautran 2 de dezembro de 2014 às 9:27

      Cara Edna, ainda é muito cedo para opinar. A queda de hematócrito ocorre ao redor do terceiro a quinto dia de pós-operatório por reabsorção de líquido e reajuste de volume. Geralmente não há necessidade de transfusão mas se tiver muito sintomas, como o que está ocorrendo agora, pode necessitar de transfusão. O aumento de bilirrubinas está associado à piora da função hepática e é um sinal de gravidade. Mais uma vez, é apenas uma opinião de quem não está cuidando do paciente e não tem todas as informações do que está ocorrendo. Confie no seu médico e peça mais esclarecimentos para que você saiba da real situação dele. Att. Dr. Marcel

  102. 213 Edna Valle 2 de dezembro de 2014 às 5:30

    Dr. Marcel,
    Relato também queda de hematócrito, segundo o cirurgião, sendo que por essa razão o encaminhou para a ultra sonografia não sendo encontrado foco de sangramento. será caso para transfusão de sangue? Na cirurgia não foi necessária a transfusão; foi retirado cerca de 60 % do fígado.

  103. 214 Edna Valle 3 de dezembro de 2014 às 11:55

    Muito obrigada pela atenção, Dr Marcel. No exame de ontem parece que já estão normalizando os hematócritos e a bilirrubina e tem previsão de alta para amanhã. Muito bom, não é mesmo? O mau estar, nausias e falta de apetite estão diminuindo a cada dia. Só não sei se já dá para comemorar ou se pode ainda voltar a ter índices de insuficiência hepática após os seis primeiros dias…

  104. 216 Janete 3 de dezembro de 2014 às 13:33

    Olá! boa tarde! Meu nome é janete e tenho 46 anos.
    Depois de fortes longo periodo de amargo na boca, dores e inchaço na região do estomago a ultrassonografia acusou um nodulo de 22mm no figado,e no laudo o medico perguntou nódulo? ou hemageoma?

    Gostaria de saber a gravidade, riscos, a que especialidade recorrer e se esta medica já e considerada grande demais/ 22mm? muito obrigada!
    a sentir me apavorada meu pai teve cancer de pulmão com 55 anos.

    • 217 mmautran 11 de dezembro de 2014 às 13:07

      Cara Janete, um nódulo pequeno como este, sem ser característico de nenhuma doença, geralmente é benigno. O ideal é realizar uma ressonância para confirmar a natureza benigna do nódulo e te tranquilizar definitivamente. Att. Dr. Marcel

  105. 218 debora 4 de dezembro de 2014 às 16:13

    Dr. estou com 7 nodulos e com a ressonancia com o contraste primovist, entre eles existe hiperplasia nodular focal, hemangioma e adenoma, o procedimento seria cirurgico? por causa do
    adenoma?

    • 219 mmautran 11 de dezembro de 2014 às 13:05

      Cara Débora, o adenoma hepático realmente tem indicação de tratamento cirúrgico se maior ou igual a 5 cm. Se este for o seu caso, sim tem indicação de cirurgia. Do contrário, só acompanhe e interrompa qualquer contraceptivo oral. O tratamento ideal é a ressecção por laparoscopia. De qualquer modo, só faça este procedimento em um centro especializado e com equipe capacitada. Do contrário o risco da cirurgia pode ser maior que as possíveis complicações do adenoma. Att. Dr. Marcel

  106. 220 maricelia campagnolo 7 de dezembro de 2014 às 19:57

    Oi doutor estou com um adenoma de seis centímetros. Já parei com a pílula. Tenho fé que vai desaparecer ou será que terei que passar por cirurgia? Sou de Santa Catarina, obrigada.

    • 221 mmautran 11 de dezembro de 2014 às 13:04

      Cara Maricelia, o adenoma hepático realmente tem indicação de tratamento cirúrgico se maior ou igual a 5 cm. O tratamento ideal é a ressecção por laparoscopia. De qualquer modo, só faça este procedimento em um centro especializado e com equipe capacitada. Do contrário o risco da cirurgia pode ser maior que as possíveis complicações do adenoma. Att. Dr. Marcel

  107. 222 Cristiele de Oliveira 9 de dezembro de 2014 às 11:42

    Bom dia, tenho 31 anos e descobri em uma endoscopia realizada no em 04/14 que tinha algo comprimindo o estomago, logo em seguida fiz uma tomografia e uma ressonância magnética mostrou lesão hipervascularizada no segmento hepático VII VIII com dimensões 63×58 mm, cujas características sugerem adenoma inflamatório, e outros múltiplos nódulos hepáticos sugestivos de adenomas, no segmento II medindo 23 mm e VII 21 mm e alguns com características de adenoma esteatóticos o maior localizado no segmento VIII 20 mm, e também 2 nódulos compatíveis com hiperplasias nodulares focais nos segmentos IV/VIII e II do figado, total são mais de 10 lesões,logo em seguida já parei com o hormônio e o adenoma maior em 6 meses diminuiu para 53 mm, 2 dos meus 3 médicos que eu faço companhamento disse que se estabilizasse em 50 mm não precisaria de fazer a cirurgia, porque o risco é menor de dar um sangramento ou de virar um câncer, mas estou querendo fazer a cirurgia o problema é que tem que ser do modo convencional porque meu convenio alegou que a cirurgia a vídeo não está dentro do rool da ANS.
    Se eu retirar a metade do figado a onde está o maior que é no lado direito eu ficarei com 4 nódulos a menos o motivo ao qual pretendo fazer a cirurgia é que pretendo engravidar.
    Gostaria de saber se depois desse procedimento tenho a possibilidade de engravidar e qual o tamanho que poderia crescer o nódulo em uma gravidez já que o que o maior vai retirado, e se é muito perigoso o pós operatório da cirurgia convencional ?

    No aguardo;

  108. 224 Marcelle 9 de dezembro de 2014 às 14:50

    Dr. ao sentir muitas dores lombar fui submetida a uma tomografia do abdome total, e fui achado vários nódulos hipotensos no lobo direito do fígado inespecífico devido ao seus tamanhos diminutos. O que isso pode ser? Tem haver com as dores intensas e persistentes que sinto na região lombar?

  109. 225 Marcelle 9 de dezembro de 2014 às 16:51

    Boa tarde e parabéns pelo seu trabalho.

    Dr. A cerca de três meses venho sofrendo com constipação intestinal e dores lombares, que, nos últimos dias vem se intensificado, a ponto de ser submetida à lavagem por conta da constipação e fazer uso de analgésico tipo narcótico para aliviar as dores agudas na coluna lombar.

    Fui submetida a uma tomografia do abdome total sem contrate que achou diminutas imagens nodulares hipodensas nos seguimentos II/IV e VI, inespecífica a face as suas reduzidas dimensões e fui submetida a uma segunda tomografia com contraste que apresentou diminuta solução hipodensa, localizada no lobo esquerdo do fígado, de aspecto inespecífico devido às suas reduzidas dimensões.

    Tenho 35 anos, nunca usei anticoncepcional ou anabolizante, nunca tive nenhuma doença no fígado, tão pouco faço consumo bebida alcoólica, mas sou fumante e tenho histórico de câncer na família.

    Amanhã vou realizar uma ressonância com contraste para tentar identificar quais os tipos de nódulos. Meu médico não falou muito, só me perguntou se usava anticoncepcional e tinha historia de câncer na família, não deu importância para constipação e falou que as dores lombares são da coluna.

    Estou extremamente ansiosa e angustiada com essa situação. Gostaria de sua obre opinião. O que isso pode ser? Tem haver com as dores intensas e persistentes que sinto na região lombar e a constipação?

    Certa de uma resposta, agradeço.

    • 226 mmautran 11 de dezembro de 2014 às 12:51

      Cara Marcelle, o mais provável é que estas imagens sejam benignas e sem nenhuma relação com os seus sintomas, principalmente se levamos em consideração seu histórico e sua idade. A ressonância deve dar informações melhores mas mesmo se não chegar a um diagnóstico definitivo (o mais provável) o melhor é só acompanhar, sem ansiedade e preocupação. Att. Dr. Marcel

  110. 227 Soraia 10 de dezembro de 2014 às 18:58

    Boa noite doutor, em primeiro lugar gostaria de agradecer pela oportunidade de contato e esclarecimento; ao mesmo tempo em que lhe parabenizo pelo seu trabalho.
    Preciso saber quais as clínicas e hospitais da Bahia, que fazem a ressonância magnética do fígado com o primovist.
    Desde já agradeço.
    Abraço

    • 228 mmautran 11 de dezembro de 2014 às 12:53

      Cara Soraia, infelizmente não posso responder a esta pergunta pois trabalho em São Paulo. Ligue para os principais centros de diagnóstico de imagem que eles saberão te responder. Att. Dr. Marcel

  111. 229 rodolfo 11 de dezembro de 2014 às 1:22

    Olá, doutor minha esposa fez uma tomografia e o laudo descreveu figado de dimensões e contorno normais, apresentando coeficientes de atenuação dentro da normalidade, e pequena imagem nodular hipocaptante de contraste no segmento VII, medindo cerca de 0,4cm de aspecto inespecífico devido a suas pequenas dimensões.Estou muito preocupado, ficaria grato por esclarecimentos!!

    • 230 mmautran 11 de dezembro de 2014 às 13:09

      Caro Rodolfo, um nódulo pequeno como este, sem ser característico de nenhuma doença, geralmente é benigno. O ideal é realizar uma ressonância para confirmar a natureza benigna do nódulo e te tranquilizar definitivamente. Att. Dr. Marcel


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: