Tratamento cirúrgico das doenças hepáticas. Coloque aqui seu comentário ou dúvida.

Tratamento do Câncer do Fígado, Carcinoma Hepatocelular veja mais aqui

Cirurgia do fígado, como é a recuperação? Veja aqui

Cirurgia de fígado inédita é realizada. Leia mais aqui ou aqui

95 Responses to “Cirurgia de Fígado”


  1. 1 claudio brito 7 de janeiro de 2011 às 0:33

    Seria uma pergunta,ok? Gostaria de saber sobre que tipo de cirurgia sofre o doador de figado, seria laparoscopia ou com corte no abdômen?
    Quais os riscos que o doador esta exposto, qto tempo é a recuperação, se exige muitos cuidados para o pos operatório e se é muito dolorido no pos, ok?
    Muito obrigado.

    • 2 mmautran 8 de janeiro de 2011 às 13:45

      Caro Cláudio, a cirurgia do doador de fígado para a realização de transplante intervivos pode ser feita por laparoscopia. No entanto, apenas alguns centros do mundo a realizam por este método. A hepatectomia laparoscópica do doador em transplante infantil é mais fácil e é rotineiramente feita na França. A do fígado direito para adulto, é feita nos Estados Unidos mas é uma cirurgia híbrida, ou seja o preparo é feito por laparoscopia e o restante por via aberta – as vantagens não são claras. Como toda intervenção cirúrgica sobre o fígado, um órgão vital, existe risco para o doador. O risco é baixo mas a equipe cirúrgica precisa ser experiente em cirurgia de fígado. A recuperação depende de cada indivíduo e do tipo de doação, fígado esquerdo ou direito. Para saber mais sobre a recuperação de uma cirurgia no fígado clique aqui. Atenciosamente, Dr Marcel Autran Cesar Machado.

  2. 3 cleonice 7 de janeiro de 2011 às 18:07

    Boa tarde,
    Meu nome é Cleonice tenho hoje 33 anos, gostaria de pedir ajuda fui fazer alguns exames e descobri que tenho 5 adenomas em meu figado com tamanhos variados.
    O que fazer?
    Onde procurar ajuda?
    Vale apena ficar monitorando?
    Grata pela atenção.

    • 4 mmautran 8 de janeiro de 2011 às 13:30

      Cara Cleonice, o adenoma hepático (adenoma do fígado) e um tumor benigno do fígado mas que pode apresentar risco variado de malignização ou ruptura. O risco depende diretamente do tamanho do adenoma. Adenomas com tamanho a partir de 4 ou 5 cm apresentam maior risco e devem ser removidos cirurgicamente. Este tipo de tumor possui relação direta com o uso de anticoncepcional oral (contraceptivo), por este motivo ocorre quase sempre em mulheres em idade fértil (o seu caso). O uso prolongado, por mais de 5 anos, favorece o aparecimento. Existem outras causas, mais raras, hereditárias que são responsáveis por adenomas multiplos. Felizmente, o tratamento atual é feito por laparoscopia (por pequenas incisões ou furinhos). A hepatectomia laparoscópica (retirada de parte do fígado contendo o tumor) é uma realidade e pode ser feita no Brasil. Portanto, no seu caso, você precisa monitorar sempre o fígado e se tiver algum adenoma maior que 4 ou 5 cm, deverá procurar auxílio médico especializado. Atenciosamente, Dr. Marcel Autran Cesar Machado. Para saber mais clique aqui.

  3. 5 Carine 30 de junho de 2012 às 14:39

    Bom dia, Dr.
    Estou com um adenoma no fígado e já está em quase 10cm e já está apertando o meu estomago,o médico não sabe se é maligno ou benigno, já fui a vários médicos e eles me disseram que eu deveria me operar, então entrei pra fila de espera nos hospitais e fui chamada em um para que pudesse fazer minha cirurgia, depois de 4 meses na espera fui a primeira vez pra ser operada e não deu, por que os Drs tinha entrado em férias, depois disso remarcaram 4 vezes mais mas sempre tinha um porem que os medicos nunca podiam. Dessa ultima vez que remarcaram a cirurgia a Dr. desse hospital ligou avisando que antes ela queria me ver , fui ao hospital e ela me disse que eu nem precisava me operar que era uma opção minha que tinha uma porcentagem de não ser maligno, mas que talvez a retirada desse adenoma não me ajudasse em nada eu seguiria com as dores que eu sinto e ainda com um corte e talvez com uma deformação na barriga dessa cirurgia, eu não estou preocupada com isso, por que o que menos me importa é ficar com a cicatriz mas sim quero ficar boa e ter a certeza que no futuro isso não me prejudicaria. Gostaria de uma opnião o que o Sr. acha sobre isso. Devo me operar ou não? E qual o risco que eu estou correndo com a cirurgia?? Muito Obrigado!!

    Att,
    Carine.

    • 6 mmautran 30 de junho de 2012 às 17:40

      Cara Carine, inicialmente é necessário certificar-se de que se trata realmente de um adenoma hepático pois outros tumores como o hemangioma e a hiperplasia nodular focal do fígado podem apresentar semelhanças aos exames de imagem. O adenoma possui uma relação direta com o uso prolongado de contraceptivos orais (pílula) e dependendo do tamanho tem indicação de cirurgia. O risco de um adenoma aumenta com o tamanho dele, sendo maior naqueles com mais de 5 cm (como é o seu caso). o risco do adenoma é o sangramento, ruptura ou ainda malignização. No seu caso, existe indicação de tratamento cirúrgico. Atualmente o tratamento ideal é a hepatectomia (retirada de uma parte do fígado) por laparoscopia. O risco é baixo, desde que seja operada em centro especializado e por equipe capacitada. Att. Dr. Marcel

  4. 7 Suelen Medina 23 de abril de 2013 às 19:40

    Olá Dr., tenho uma hiperplasia nodular focal de 9 cm no lado direito do meu fígado. Tenho 25 anos e estou com muitas dúvidas de qual o melhor caminho a seguir. A cirurgia para retirada é muito complexa? Corro risco de morrer ou de ter alguma perda funcional com a hepatectomia? O acompanhamento apenas desse tumor pode ser uma imprudência? Por favor me ajude, estou com muitas dúvidas, também pretendo engravidar nos próximos anos, qual o melhor caminho a seguir??
    Obrigada.

    • 8 mmautran 23 de abril de 2013 às 20:51

      Cara Suelen, a hiperplasia nodular focal pode ser acompanhada com segurança e não a impede de engravidar e ter uma vida normal e saudável. No entanto, é importante ter certeza do diagnóstico. Existem métodos de imagem que podem confirmar o diagnóstico. O melhor exame da atualidade é a ressonância magnética com o uso de contraste específico para este fim, chamado de Primovist. Em virtude do tamanho (9 cm) da tua lesão eu ficaria mais tranquilo se você realizasse este novo exame. Att. Dr. Marcel

  5. 9 su 18 de maio de 2013 às 10:47

    Olá… alguém que me possa tranquilizar?
    A minha mãe vai ser operada ao fígado ja esta semana, porém fomos avisados de que poderia trazer complicações pois as plaquetas do sangue estão sempre baixas. sei que a complicação em caso de hemorragia pode ser fatal.

    • 10 mmautran 18 de maio de 2013 às 16:36

      Cara Susana, eu não sei que tipo de cirurgia de fígado nem o diagnóstico da sua mãe. O nível baixo de plaquetas pode indicar hiperesplenismo (funcionamento exagerado do baço) associado à cirrose hepática. Uma cirurgia nestas condições realmente pode ser de alto risco. É preciso fazer uma avaliação do risco/benefício da cirurgia. Se o risco for muito alto, existem opções não cirúrgicas. Se o fígado não for cirrótico e ela tiver um nível baixo mas acima de 100 mil plaquetas, a causa pode ser o uso prolongado de quimioterapia. Nesta situação o risco é um pouco menor. De todo modo, se ela estiver nas mãos de um cirurgião com experiência em cirurgia de fígado e em um centro (hospital) especializado e com todos os recursos, o risco pode ser reduzido. Att. Dr. Marcel

  6. 11 janaina cardoso de almeida 3 de junho de 2013 às 22:36

    Gostaria de tirar uma duvida,estou com quatro adenomas hepatocelular no fígado e o medico me disse que eu tenho que fazer a cirurgia,mas eu tenho muito medo.quais os riscos que eu corro com essa cirurgia?Tem risco de morte?

    • 12 mmautran 30 de setembro de 2013 às 0:02

      Cara Janaina, os adenomas apresentam indicação cirúrgica quando são maiores que 4 ou 5 cm, pois a partir deste tamanho apresentam um risco moderado de apresentar sangramento, rotura ou mesmo (muito raro) trabsformação maligna. Se forem pequenos, não precisa operar. Faça um acompanhamento a cada 3 ou 4 meses por um ano e se ficarem inalterados, você pode espaçar mais os exames de controle. Importante: você deve evitar o uso de anticoncepcional e ser avaliada por um cirurgião de fígado ou hepatologista clínico se desejar engravidar. Att. Dr. Marcel

  7. 13 Cláudia Santos 2 de julho de 2013 às 17:47

    Boa Tarde Dr Marcel, tenho hiperplasia nodular focal. O nódulo mede 1,0cm, meu figado e meu baço estão um pouco aumentados, descobri esse problema em 2011, agora comecei a sentir dores do lado direito do abdomen abaixo da mama. Há 3 anos e meio retirei a vesícula, tenho um histórico familiar muito ruim, pois minha tia teve cancer de mama e no figado (que a levou a falecer), minha avó materna teve cancer de mama e minha outra tia descobriu agora câncer de mama (as tres são irmãs), meu avô materno teve câncer de estômago, minha avó paterna teve câncer na cabeça, enfim, existem outros casos, e por isso, fico preocupada. Tenho dores, fico zonza e as vezes enjoada, pode ter relação com meu nódulo? O q devo fazer? Obrigada pela atenção. Abraços.

    • 14 mmautran 23 de julho de 2013 às 18:47

      Cara Cláudia, apesar do seu histórico familiar, não existe correlação dos seus sintomas com o pequeno nódulo de fígado. A hiperplasia nodular focal do fígado é um tumor benigno sem risco de malignização, sangramento ou rotura. Por estes motivos não apresenta indicação de retirada. O ideal é um acompanhamento com exames anuais, como ultrassom, para avaliar crescimento e alteração. Em relação ao aumento do fígado e baço, podem existir outras causas que deverão ser investigadas pelo seu médico.

  8. 15 Bruna 21 de setembro de 2013 às 18:06

    Estou com 9 nódulos, fiz ressonancia com o contraste primovist e indicou hiperplasia nodular focal. Minha médica esta em licença maternidade e eu estou louca aqui. Queria saber se poderei engravidar? Estou acompanhando e eles não cresceram todos tem menos de 25 mm

    Obrigada Bruna

    • 16 mmautran 29 de setembro de 2013 às 23:58

      Cara Bruna, pode sim engravidar. Apesar de você ter nove nódulos, eles são pequenos (menor de 4 cm) e a ressonância com contraste específico indicou a presença de hiperplasia nodular focal. Continue acompanhando mas são benignos e dificilmente vão te dar problema num futuro próximo. Att. Dr. Marcel

  9. 18 Jt 29 de setembro de 2013 às 0:12

    Olá Doutor, fiz um ultrassom em agosto e descobriu-se um nodulo no fígado de 5×5 cm, meu médico pediu uma ressonância e fiz em setembro e ele está com 7×5 cm, ou seja aumentou muito em um mês, deu no exame Hiperplasia Nodular Focal e já está doendo, parei com o anticoncepcional assim que soube, em agosto, e ele aumentou até a ressonância, não deveria diminuir de tamanho já que pode ter associação com o hormônio?! É necessário remover o nódulo pelo tamanho?!
    Muito Obrigada Doutor

    • 19 mmautran 29 de setembro de 2013 às 23:55

      O fato da lesão do fígado ter aumentado de tamanho em tão pouco tempo pode ser devido a diferença dos dois exames de imagem e não um crescimento real. De qualquer forma, se a ressonância for compatível com hiperplasia nodular focal, não há necessidade de remoção cirúrgica. O ideal seria você repetir o exame de ressonância em 3 a 4 meses e poderemos avaliar se está crescendo ou não. Dificilmente causa sintomas, a dor que você está sentindo deve ser por outras causas. Existe necessidade, no entanto, de saber se o diagnóstico está correto. A ressonância com o uso do contraste Primovist, específico para fígado, pode determinar com mais certeza se trata-se de uma hiperplasia nodular focal ou se é uma adenoma hepático. Este último tem indicação de remoção cirúrgica e está relacionado ao uso frequente de anticoncepcional. Att. Dr. Marcel

  10. 20 Jt 1 de outubro de 2013 às 0:09

    Muito obrigada Dr Marcel!

  11. 21 Debora Anjos 2 de outubro de 2013 às 22:14

    Gostaria de saber; fui diagnosticada com hiperplasia nodular focal medindo 7,3cm e nunca tomei anticoncepcional, qual então seria o outro “causador”? e por que existe uma cicatriz central no nodulo?

    • 22 mmautran 2 de outubro de 2013 às 22:41

      Cara Débora, a Hiperplasia Nodular Focal do fígado parece ser resultante de uma resposta hiperplásica do parênquima hepático a uma malformação vascular. A cicatriz central é a representação desta artéria que dá origem a este tumor benigno. Existe uma prevalência no sexo feminino, portanto existe a hipótese de influência hormonal que pode ser mais acentuada com o uso de anticoncepcional, mas não exclusiva, visto que existe este tumor em homens e mulheres como você, que não usaram anticoncepcionais. Fique tranquila, acompanhe apenas a evolução dele. Na grande maioria dos casos não necessita de nenhum tratamento cirúrgico. Lembre-se que existe a necessidade de saber se o diagnóstico está correto. A ressonância com o uso do contraste Primovist, específico para fígado, pode determinar com mais certeza se trata-se de uma hiperplasia nodular focal,se é uma adenoma hepático (não apresenta cicatriz central) ou outro tipo de tumor (alguns podem ter calcificação central como o carcinoma hepatocelular fibrolamelar, maligno). Att. Dr. Marcel

  12. 23 anna 7 de novembro de 2013 às 9:35

    Bom dia Doutor… me chamo Ana e descobri em janeiro através de um ultrassom do abdome que tenho um hemangioma no fígado. Seis meses depois fiz novo ultrassom e ele mostrou que está com 1×0 centímetros, e o médico disse que não pode operar, e que ele não fica maligno, pois, todo hemangioma é benigno, mas estou preocupada demais, desde que descobri isso não tive mais prazer na vida, só peco que logo irei morrer, também já tenho uma cicatriz que já tirei o ovário esquerdo com cistos e tenho endometriose, Doutor a cicatriz é grande fazendo a cirurgia para remover esse hemangioma, e o meu médico me disse que isso é um sinal é verdade? me responde por favor!!!

    • 24 mmautran 7 de novembro de 2013 às 12:25

      Cara Ana, o hemangioma é uma alteração que aparece na pele, fígado e em diversas partes do organismo. Não se trata de um tumor verdadeiro e sim de um conglomerado de vasos que durante os exames de imagem aparecem com uma imagem diferente do tecido hepático. O que o seu médico quis dizer é que não é que não dá para operar…não precisa operar! Esqueça da ideia fixa de operar, pois o risco, mesmo baixo em centros especializados e com equipe capacitada, não justifica o benefício zero. Claro que seria importante confirmar com exames melhores como a ressonância para ter certeza de que se trata de uma hemangioma mesmo, mas o ultrassom é muito bom para determinar o diagnóstico e provavelmente está certo. Como não vi as imagens, não posso te dar esta certeza e sim opinar baseado na hipótese de que se trata de um hemangioma. Att. Dr. Marcel

  13. 25 Bruna 7 de novembro de 2013 às 16:31

    Dr. em uma outra resposta p mim. vc disse que eu não precisava me preocupar em um futuro próximo com meus nódulos (hiperplasia nodular focal) quais as complicações que posso ter? tenho 9 e estou fazendo exames com Primovist (contraste específico para o fígado) todos menores que 25 mm. Obrigada. Bruna

    • 26 mmautran 10 de novembro de 2013 às 21:56

      Cara Bruna, uma vez confirmado o diagnóstico de hiperplasia nodular focal, não precisa se preocupar. Além disso, eles são muito pequenos. O acompanhamento pode ser feito anualmente ou a cada 6 meses, junto com exames médicos de rotina como o ultrassom. Em situações muito raras ele pode crescer e causar algum desconforto que pode ser tratado com analgésicos ou mais raramente com cirurgia videolaparoscópica. A indicação cirúrgica tornou-se muito rara nos dias de hoje, com a melhoria dos exames de imagem. Att. Dr. Marcel

  14. 27 anna 8 de novembro de 2013 às 9:21

    bom dia Doutor…recebi sua resposta muito obrigado pela atenção, para mim é um privilégio a sua atenção, mas gostaria que o senhor me respondesse só mais uma coisa, se eu quiser operar pode? a cicatriz é muito grande? pois, já tenho uma da minha cirurgia do ovário e fico triste, pois, sou muito vaidosa, se eu fizer a cirurgia, depois eu posso remover a marca com uma cirurgia plástica? seria possível Doutor?

    • 28 mmautran 10 de novembro de 2013 às 21:43

      Cara Anna, a cirurgia de tumor de fígado pode ser feita por laparoscopia com incisões mínimas, boa recuperação e com segurança. Apesar disso, só se opera tumores com indicação e o hemangioma não tem indicação de cirurgia, a não ser em casos excepcionais. Não tenho maiores informações sobre seu caso portanto, baseado no que você escreveu, não acho que você deva ser operada. Se você continuar com dúvida consulte novamente o seu médico. Att. Dr. Marcel

  15. 29 anna 8 de novembro de 2013 às 9:23

    bom dia Doutor…recebi sua resposta muito obrigado pela atenção, para mim é um privilégio a sua atenção, mais gostaria que o senhor me respondesse só mais uma coisa, se eu quiser operar o hemangioma, ele mede 1×0 centímetro pode? a cicatriz é muito grande? pois, já tenho uma da minha cirurgia do ovário e fico triste, pois, sou muito vaidosa, se eu fizer a cirurgia, depois eu posso remover a marca com uma cirurgia plástica? seria possível Doutor?

  16. 30 MARGARIDA 10 de novembro de 2013 às 21:16

    Boa noite Dr. tenho adenoma medindo 2cm e agora descobri que estou gravida, qual as complicações durante a gravidez? e se é necessário cirurgia??

    • 31 mmautran 10 de novembro de 2013 às 21:33

      Cara Margarida, o adenoma hepático é um tumor que tem relação com o uso prolongado de anticoncepcionais. Durante a gestação ele pode aumentar de tamanho. Por este motivo deve ser monitorado durante toda a gravidez com ultrassom. No momento, não há necessidade de operar pois é pequeno. A indicação para a sua remoção é baseada no tamanho. Entre 4 e 5 cm de diâmetro existe um risco de sangramento e ruptura e a longo prazo até de malignizar. Após o nascimento do bebê, se ele não tiver aumentado muito, pode continuar acompanhando com exames de imagem. Se aumentou consideravelmente durante a gestação, recomenda-se a cirurgia, de preferência por videolaparoscopia. Fique tranquila, com este tamanho de adenoma o risco é muito baixo. Att. Dr. Marcel

  17. 32 Ana Paula Freitas 4 de dezembro de 2013 às 14:33

    Boa tarde Doutor.
    Descobri há dois anos que tenho uma hiperplasia nodular focal, e em consulta com o hepatologista conseguimos descartar qualquer outra possibilidade de nódulo. Há dois anos este nódulo media cerca de 8 por 5.
    Hoje estou com 26 anos de idade e pretendo engravidar daqui a uns 2 anos, fazendo exames de rotinas com o ginecologista de minha cidade ele sugeriu a retirada do nódulo devido a ter dificuldades de engravidar e poder ocasionar sangramentos durante a gestação.
    Estou em dúvida pois meu hepatologista não recomenda a cirurgia e garantiu que este nódulo não pode causar risco nenhum.
    Ano que vem tenho consulta novamente para verificar se ele aumentou ou não nesse tempo.
    Qual a sua opinião?

    • 33 mmautran 13 de dezembro de 2013 às 19:36

      Ana Paula, se for realmente uma hiperplasia nodular focal, não há com que se preocupar. Pode engravidar mas saiba que ele pode aumentar com a gestação e com hormônios usados para contracepção. Mesmo assim oferece pouco risco e sintomas. O acompanhamento é essencial para verificar possível aumento e para tranquilizar você. Atenciosamente, Dr. Marcel

  18. 34 Karla Bocate 13 de dezembro de 2013 às 17:07

    Boa tarde Dr., fiz uma tomografia e deu que eu tinha hiperplasia nodular focal, depois de 3 meses fiz a ressonância e deu adenoma e está com 3,7 cm. Devo me preocupar? Vou ter que fazer cirurgia? Estou com medo.

    • 35 mmautran 13 de dezembro de 2013 às 19:31

      Cara Karla, não se preocupe, por enquanto. Inicialmente você precisa confirmar o diagnóstico de adenoma. O melhor a ser feito agora é uma nova ressonância com Primovist (contraste específico do fígado) que pode confirmar ou não o diagnóstico. Se confirmar hiperplasia nodular focal, nada a fazer. Se o diagnóstico for adenoma, não há necessidade de cirurgia no momento, pois o nódulo tem menos de 4 cm (5 cm segundo alguns autores). 4 cm seria o tamanho a partir do qual existiria risco de sangramento, ruptura ou malignização. Logo se for adenoma, você precisa parar com qualquer hormônio (contraceptivo) e acompanhar de perto com um médico da área. Ele pode regredir e estabilizar. Se continuar aumentando de tamanho, há indicação de cirurgia. Fique tranquila, hoje em dia esta operação pode ser feita por laparoscopia e com ótimos resultados em centros especializados. Espero ter ajudado. Dr. Marcel

  19. 37 Maria 13 de dezembro de 2013 às 20:56

    Dr. tenho hiperplasia nodular focal com 5,8×5,6×5,8 cm. Foi detectado há 4,5 anos por RMN e se mantém estável desde então. Também associado com um hemangioma de 1cm. Agora depois de quase cinco anos acompanhando, apareceu novo hemangiona de 1,0cm. Pretendo engravidar (tenho 35 anos), há riscos de complicações por estes tumores benignos? É comum o aparecimento de outros hemangiomas com o passar do tempo ( em ausência de contraceptivo oral ) ? Obrigada

  20. 38 anna 14 de dezembro de 2013 às 9:31

    bom dia DR° eu gostaria de saber se eu posso tomar anticoncepcional, poia, tenho um hemangioma no figado, o medico disse que eu nao precisara operar, nao faz mal em nada, mais gostaria de saber se eu tomar pilula para evitar gravidez se há risco dele crescer? DR° o hemangioma estar ligado a funcao dos hormônio ?

    • 39 Paulo Marchezine 13 de janeiro de 2014 às 5:29

      Prezado Doutor, fiz um ultrasson e ele revelou esteatose leve e uma área arredondada com cerca de 2,3 cm com pouca ecogenicidade e a medica que realizou o exame registrou como área poupada de esteatose? Nódulo??? Como consigo saber se trata-se de um problema serio ou posso ficar tranquilo? Estou muito preocupado.

      • 40 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:45

        Caro Paulo, pode ser uma área do fígado sem esteatose mas é sempre bom ter certeza. Uma ressonância pode ajudar a chegar ao diagnóstico definitivo e te tranquilizar. Att. Dr. Marcel

  21. 41 Junia 20 de dezembro de 2013 às 15:02

    Dr, uma dúvida: tenho 3 adenomas e 1 hemangioma, vou fazer uma nova ressonancia no inicio de janeiro, com o contraste hepato-especifico para um melhor diagnostico e para verificar se é necessário a cirurgia. Já cortei o uso do anticoncepcional e gostaria de saber se bebida alcoólica pode fazer mal ou piorar algo no fígado? Está chegando o natal e o reveillon e eu gostaria de tomar pelo menos uma cervejinha (nada em excesso)
    Aguardo e obrigada!

    • 42 mmautran 9 de fevereiro de 2014 às 22:37

      Cara Junia, demorei um pouco para responder (estava em férias). Espero que não tenha abusado da bebida alcoólica. Se a ressonância mostrar adenoma e ele for maior que 5 cm, talvez você tenha que ser acompanhada por um médico especialista em fígado. O adenoma, em algumas circunstâncias, tem indicação de remoção cirúrgica. Se for o teu caso, uma ressecção laparoscópica é o melhor método. Att. Dr. Marcel

  22. 43 Katia 28 de dezembro de 2013 às 3:58

    Dr. Marcel Fiz uma ultra-sonografia a pedido da médica ginecologista, exame de rotina mesmo, quando fui ver o resultado me assustei ao ver o que estava escrito em relação ao fígado.Estava escrito assim:

    “Fí­gado de forma, dimensões, contornos e bordas normais. Estruturas vasculares de aspecto preservado. A textura hepática heterogênea pela presença de imagem nodular predominantemente hiperecóica e parcialmente definida, medindo aproximadamente 26,5 x 23,3 mm, localizada no lobo esquerdo.”

    O médico que realizou o exame sugeriu um hemangioma.

    Gostaria de saber se uma US simples consegue diagnosticar um hemangioma ou se corre alto risco de ser algo mais grave?
    também gostaria de saber se é possível engravidar tendo um hemangioma no fígado ou se é muito perigoso?

    Grata,
    Katia

    • 44 mmautran 9 de fevereiro de 2014 às 22:34

      Cara Katia, o laudo é compatível com hemangioma, embora uma ressonância às vezes é necessária para confirmar o diagnóstico. Trata-se de uma alteração comum no fígado e que não apresenta maiores riscos. você pode engravidar e ter vida normal. Não existe indicação de cirurgia. Att. Dr. Marcel

  23. 45 Gabriele 2 de janeiro de 2014 às 22:18

    Boa Noite, Dr. Minha avó, no ano passado, passou por uma cirurgia para retirada do útero em decorrência de um câncer. Depois disto, ela passou a fazer quimioterapia e agora radioterapia. Entretanto, nos exames apresentavam que ela tinha umas pedras na vesícula que até o momento não a incomodavam desta forma, os médicos que atendem ela acharam melhor não retirar estas pedras de forma que ela já é idosa (têm 74 anos) e estava ainda sob tratamento de câncer. Em setembro ela fez uma tomografia de corpo inteiro e não apareceu nada de anormal. Agora, dia 30 de dezembro, ela foi para o hospital com dores, que os médicos acreditavam que era da vesícula, mas quando ela fez uma nova tomografia apareceram 12 nódulos no figado dela – que eles dizem que é câncer – apesar de há 4 meses não ter apresentado nada. Nos exames de sangue que ela fez não há nenhum indicio de mal funcionamento do fígado. E agora a médica que trata ela disse que eles vão começar com a quimioterapia amanhã mesmo (03/01/14) e que a minha avó tem apenas 6 meses. Eu entendo que sem ver os exames não dá para ter uma real resposta ao meu problema, mas mesmo assim, eu queria perguntar, como a vesícula e o figado estão ligados pelo ducto biliar, estes nódulos não poderiam ter aparecido em decorrência das pedras estarem trancando o ducto? Os médicos disseram que não é viável transplante: seria por que ela tem o câncer? Não seria melhor um transplante? E, pode os médicos diagnosticarem ela com câncer simplesmente pelo laudo do radiologista, pois eles nem viram o exame, apenas o laudo. Mesmo os exames de sangue não apontando nada diferente? Eles não poderiam estar pulando etapas simplesmente por que ela já estava com câncer?
    Ah, esses diagnósticos são de uma ressonância que ela fez, não tomografia – apesar dela fazer também tomografias.

    • 46 mmautran 9 de fevereiro de 2014 às 22:28

      Cara Gabriele, o diagnóstico mais provável, pelo seu relato, é metástase do tumor de útero. A comprovação se dá por biópsia do nódulo hepático. É remota a possibilidade dos nódulos serem decorrência da doença biliar dela (uma possibilidade seria o surgimento de abscessos no fígado em decorrência de obstrução biliar mas os exames de sangue certamente mostrariam um quadro diferente). O transplante não está indicado em metástases hepáticas de origem uterina. A imunossupressão (drogas para evitar a rejeição do órgão transplantado) resultaria em disseminação e rápida evolução da doença. Quanto ao prognóstico de 6 meses, sempre é difícil calcular. O ideal é aguardar a resposta à quimioterapia. Um novo exame de imagem pode mostrar uma resposta com a diminuição das lesões hepáticas. Att. Dr. Marcel

  24. 47 Alexandre 15 de janeiro de 2014 às 16:25

    Que bom se todos os médicos tivesses uma dedicação especial como o Sr. tem com as pessoas que buscam aflitas, respostas que nem sempre encontram com seus médicos. Parabéns!

  25. 48 julio doro 15 de janeiro de 2014 às 22:34

    Dr. tive há 5 anos um câncer de fígado e foi retirado com cirurgia medindo 7 cm, carcinoma fibrolamelar, na época os médicos falaram que era raro,tempo de sobrevida de 5 anos, este mês fiz um ultrassom e foi constatado um nódulo de 4 cm. Qual seria o procedimentos referente a este diagnóstico. Pode ter voltado o mesmo câncer da época
    Estou muito preocupado pois sei bem o que passei na primeira vez.

    • 49 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:43

      Caro Júlio, apesar do carcinoma hepatocelular do tipo fibrolamelar ter um prognóstico melhor que o carcinoma hepatocelular e ocorrer em pacientes jovens, ele pode recidivar. Portanto, é fundamental fazer um exame mais específico como ressonância para averiguar se este novo nódulo é o tumor que voltou. Procure com urgência a equipe que te operou ou outro serviço médico para esta nova avaliação. Independente de ter retornado, o prognóstico ainda é favorável, se retirado por completo. Att. Dr. Marcel

  26. 50 Keila Basilio 1 de fevereiro de 2014 às 23:16

    Boa noite Dr. estou muito preocupada descobrir desde outubro2013 que tenho um hemangioma no figado de 8 cm e venho sentindo pequenos desconforto( dor), abaixo da costela acredito que seja o fígado principalmente se pego peso ou faço muito esforço. Não sei o que devo fazer: a cirurgia, ou deixo correr e vou monitorando o possível crescimento, mas queria muito engravidar. O que o senhor me aconselha?Já tenho uma menina de quase 3 anos a dor começou depois que dei a luz.Me ajude estou muito preocupada.

    • 51 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:37

      Cara Keila. O hemangioma não tem indicação de cirurgia. Uma das únicas indicações é a presença de sintomas incapacitantes como dor e compressão do estômago com restrição à alimentação. Não me parece ser o seu caso. Você pode engravidar normalmente. Geralmente a dor ou desconforto se inicia após o diagnóstico e geralmente tem outras causas como gastrite.De todo modo, se houver indicação, a técnica adequada é a laparoscópica. O pós-operatório é simples e o enorme tumor, por ser benigno, pode ser retirado morcelado (em pequenos pedaços) o que tira a obrigatoriedade de incisão para a retirada da peça (justificativa dada pelos cirurgiões que não conhecem a técnica laparoscópica para fazer por via aberta). O pós-operatório é excelente. De todo modo, acho que, mesmo sem ver as imagens, você não tem que ser operada. Att. Dr. Marcel

  27. 52 ana gabriela ribeiro 2 de fevereiro de 2014 às 16:16

    Caro Dr Marcel,
    O meu nome é Ana gabriela , eu tenho 37 anos e descobri que tinha um hemangioma em 2010. Ele tem cerca de 14 cm e esta por cima do figado, como um balão gastrico. Eu fiz uma endoscopia em dezembro de 2013, e parece que ele esta apertando um pouco o meu estomago. Eu moro em Portugal e os medicos aqui querem operar pela localização do hemangioma, dizem que eu tenho perigo de lavar uma pancada forte e romper, contudo a minha medica em sao paulo Dra heloisa quintela é contra a cirurgia a não ser que eu tenha dores. Eu realmente não tenho dores, e infelizmente a unica forma de operar aqui e acho que no brasil tb é por enucleação, que significa que eu vou ficar com uma cicatriz enorme na barriga ( para alem do estresse de ser operada) outra questão que eu coloco, o cirurgião em Portugal é contra uma possivel gravidez, visto dizer que existe um enorme risco de ruptura. Ja a minha medica no Brasil diz que é possivel, se eu não engordar muito ( uns 8k-9kg no maximo) enfim estou cheia de duvidas no que fazer.
    Aguardo a sua opinião
    atenciosamente,
    Ana gabriela

    • 53 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:35

      Cara Ana Gabriela. O hemangioma não tem indicação de cirurgia. Uma das únicas indicações é a presença de sintomas incapacitantes como dor e compressão do estômago com restrição à alimentação. Não me parece ser o seu caso. De todo modo, se houver indicação, a técnica adequada é a laparoscópica. O pós-operatório é simples e o enorme tumor, por ser benigno, pode ser retirado morcelado (em pequenos pedaços) o que tira a obrigatoriedade de incisão para a retirada da peça (justificativa dada pelos cirurgiões que não conhecem a técnica laparoscópica para fazer por via aberta). o pós-operatório é excelente. De todo modo, acho que, mesmo sem ver as imagens, você não tem que ser operada. Att. Dr. Marcel

  28. 54 MARIA 7 de fevereiro de 2014 às 23:11

    boa noite DR. fiz uma cirurgia de nódulo hepático no mês de maio de 2013 e ainda hoje sinto dores do lado direito e minha barriga é enorme isso é normal

    • 55 mmautran 8 de fevereiro de 2014 às 12:29

      Cara Maria, não é normal sentir dor tanto tempo após uma cirurgia de fígado. Como não disponho de mais dados como tipo de tumor (maligno, benigno, metastático), técnica empregada (laparoscópica ou aberta), presença de cirrose (o que justificaria aumento do volume abdominal por ascite – acúmulo de líquido na barriga) não dá para opinar melhor. O ideal é retornar ao médico que te operou para nova avaliação. Att. Dr. Marcel

  29. 56 Vaine de Oliveira Martins 11 de fevereiro de 2014 às 13:59

    Boa tarde.
    Estou com diagnostico de adenoma em crescimento com risco de rompimento.
    E por isso foi recomendado a lobectomia esquerda.
    O medico me disse ser uma cirurgia grande (com mais de 4 horas) e recuperação de no minimo de 7 dias.
    Minha duvida é?
    1) Por que não, usar as com vídeo.
    2) E o tamanho da cicatriz (não que me preocupe, mais me preparar para curativos pós operatórios.).
    São mais de 5 nódulos e o maior de mais de 4 cm (em maio 2013 do ano passado tina um pouco mais de 3 – diagnosticados por tomografia).
    Qual os riscos (meu rico cirúrgico 2), e tenho intolerância a anti inflamatórios.
    Obrigado

  30. 58 danielly de lima 9 de março de 2014 às 16:01

    Boa tarde,
    Pot favor me explique o que é hemangioma no figado…meu esposo tem 31 anos e fez uma tomografia e o resultado foi hemangioma com 22mm. É grave? Preciso de resposta…

    • 59 mmautran 9 de março de 2014 às 20:58

      Não é grave e não necessita de cirurgia. É um achado comum em exames de imagem. Só acompanhamento para ter certeza de que não cresce e que se trata realmente de um hemangioma. Att. Dr. Marcel

  31. 60 cleonice aparecida da silva 11 de março de 2014 às 20:57

    Estou desesperada. Apareceu um nódulo no fígado hipoecóico medindo 0,9×0,9cm parcialmente definido. O que quer dizer..

    • 61 mmautran 11 de março de 2014 às 21:26

      Cara Cleonice, provavelmente trata-se de um nódulo incidental, muito comum e geralmente benigno. Você precisa fazer outro exame, como ressonância para ter certeza do diagnóstico. Att. Dr. Marcel

  32. 62 Jeferson 11 de março de 2014 às 21:51

    É normal a pessoa não ter apetite após cirurgia que retira parte do fígado? Meu pai retirou parte dele por estar com um nódulo maligno.

  33. 64 Kellem 13 de março de 2014 às 19:41

    Dr.Marcel, boa tarde ! Minha mãe foi diagnosticada com um adenocarcinoma gástrico há 2 anos. Na ocasião fez gastrectomia parcial mas foram encontrados dois nódulos no figado. No decorrer destes dois anos fez 25 sessões de quimioterapia mas não respondeu aos tratamentos tendo hoje os nódulos os tamanhos de 4 e 8 cm do lado esquerdo. Buscamos pela possibilidade uma hepatectomia do lado esquerdo já que ela tem bom fígado do lado direito e na medição da quantidade de fígado a ser retirada o percentual é em torno de 30%. O que o Dr. acha ?

    • 65 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:23

      A indicação de ressecção de metástases no fígado depende de vários fatores. A cirurgia para metástases de câncer gástrico não é um consenso. Pacientes com doença restrita ao fígado e com pelo menos 2 anos do primário podem se beneficiar da cirurgia. Para tal, um exame com PET-CT é necessário pois se houver mais focos de doença a cirurgia no fígado não vai trazer nenhum benefício. Se o PET-CT mostrar doença exclusiva no fígado após dois anos do diagnóstico inicial, a hepatectomia pode estar indicada.

  34. 66 Márcio Mello 20 de março de 2014 às 23:50

    Bom dia
    Estou com hemangioma no fígado medindo cerca de 5,5cm x 4,6cm, do lado direito e dois medindo 1,4 cm x 0,5 cm, e três medindo 1,0 cm, 0,7 cm e 0,5 cm.estes exames foram realizados através de ressonância magnética. O médico disse que é só acompanhar para ver se vai crescer, e a respeito da dor ele disse que é dor muscular, mas não acredito nisso. O que o Sr acha de tudo isso? estou preocupado

    • 67 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:26

      Caro Márcio, hemangioma no fígado não tem indicação de cirurgia, mesmo volumosos não costumam apresentar sintomas. Se o exame tiver sido bem feito e o diagnóstico de hemangioma for certo, não deve fazer nada, além de acompanhar periodicamente.

  35. 68 Cláudia Vasconcelos 1 de abril de 2014 às 13:25

    Boa tarde, gostaria de saber onde posso realizar uma ressonância magnética com o contraste Primovist, no Rio de Janeiro, pois tenho um nódulo hepático medindo 2×2 cm.

    • 69 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:28

      Cara Cláuda, este contraste existe há menos de dois anos no Brasil. Não saberia te dizer onde fazer este exame no Rio de Janeiro, uma vez que trabalho em São Paulo. Os grandes laboratórios e os melhores hospitais geralmente já possuem este exame. É uma questão de ligar e perguntar.

  36. 70 Rosely ferreira 5 de abril de 2014 às 12:09

    Tenho 30 anos e vários adenomas no fígado o maior tem 5cm tenho que fazer cirurgia e estou com muito medo. Devo ficar ou não com medo?

    • 71 mmautran 5 de abril de 2014 às 12:31

      Cara Rosely, o adenoma com tamanhos a partir de 5 cm tem indicação de tratamento cirúrgico pelo risco de romper ou malignizar. Trata-se de uma cirurgia de alta complexidade e que nos melhores centros é feita por laparoscopia. Se for realizada em centro especializado e por equipe capacitada não há o que temer. Do contrário o risco pode ser alto. Procure um centro especializado e se informe melhor. Não é uma cirurgia para ser realizada por qualquer cirurgião…

  37. 72 Vaine MArtins 5 de abril de 2014 às 18:54

    Acabei de realizar a minha cirurgia para retirada de um adenoma de 5 cm do segmento II (01/04/14). Tudo correu muito bem foram no total de 4 horas, entre o horário de entrada na sala de cirurgia e a volta ao leito no CTI pós cirúrgico, onde permaneci umas 24 hs, indo para o quarto e na quinta 52hs depois já estava de alta e hoje estou aqui em casa sentada no computador. De dieta bem grande nada de Gordura, Fritura ou açúcar (única parte chata da cirurgia kkk), sem dor. A Biopsia deve estar pronta daqui a 15 dias, e depois veremos o que faremos com os outro 4 nódulos que ficaram. Provavelmente serão queimados. Mas para quem tem que passar por essa cirurgia, a dor é mínima, tenha fé, força e principalmente um bom médico. Estou no Rio de Janeiro e fui para um ótimo hospital com um grupo de enfermagem 100, e Uma equipe medica 1000. Agradeço muito ao meu médico. FERA. E a força que esta página me deu. Brigadu e boa sorte para todos.

    • 73 mmautran 6 de abril de 2014 às 12:40

      Fiquei muito feliz por você. Espero que a biópsia seja favorável e que você esteja curada e gozando de boa qualidade de vida. Se os outros nódulos forem pequenos, acho que você poderia acompanhar somente. Não existe evidência de que precisam ser “queimados”.

  38. 74 cida 8 de abril de 2014 às 22:52

    Dr. Fiz vários exame e foi detectado um nódulo no baço com 2,5cm. O médico diz que pode ser um hemangioma, estou com com uma ressonância marcada será feita com o contraste primovist, mas estou muito preocupada é grave? Dr esse contraste é seguro? sei que é novo aqui no Brasil.
    Aguardo
    Obrigada.

    • 75 mmautran 8 de abril de 2014 às 23:08

      Sim, o contraste, apesar de novo no Brasil, é utilizado há muito tempo em outros países. O hemangioma de baço é benigno e não necessita de tratamento cirúrgico. A ressonância está indicada para confirmar o diagnóstico. A probabilidade de algo mais grave é baixa e provavelmente você não precisará passar por cirurgia, mas é bom aguardar o resultado do exame. Att. Dr. Marcel

  39. 76 cida 8 de abril de 2014 às 23:20

    Obrigada Deus Abençoe…

  40. 77 Amanda 9 de abril de 2014 às 13:29

    Dr, fiz uma tomografia e deu hiperplasia nodular focal de 10x8x7 mm, esse tamanho já é caso cirúrgico?

    • 78 mmautran 11 de abril de 2014 às 12:33

      Cara Amanda, a Hiperplasia Nodular Focal do fígado (HNF) não tem indicação de tratamento cirúrgico. Se o diagnóstico estiver errado e for um adenoma, aí passa a ter indicação de cirurgia com tamanhos a partir de 5 cm. No seu caso, se a medida estiver correta, mm, significa que tem cerca de 1 cm. Nada a fazer, só acompanhar pois existe uma possibilidade, ainda que remota, de ser outro tipo de lesão.

  41. 79 Andre 10 de abril de 2014 às 17:30

    Dr. Boa tarde. Sou homem, tenho 40 anos e foi achado em um US, um nódulo de 3×3, hipoecogenico, circunscrito, no segmento II. Fiquei preocupado. Pode ser algo grave? A retirada da vesícula pode ter alguma ligação. Pode ser alguma cicatriz causada na retirada? Tenho gordura no fígado tbm. Grato.

    • 80 mmautran 11 de abril de 2014 às 12:36

      Caro André, o que você tem chama-se nódulo incidental de fígado, onde em mais de 99% das vezes trata-se de algo benigno. Uma ressonância magnética poderá te dizer com mais propriedade se é um cisto, HNF ou outra lesão. O aspecto sugere um cisto, benigno, e sem nenhuma indicação de cirurgia, mas não dá para dizer nada antes da ressonância. Att. Dr. Marcel

  42. 81 Emerson Palma 12 de abril de 2014 às 10:31

    olá. Dr, minha esposa fez uma ressonância e foi constatado que ela esta com adenoma de 4 cm por 2,5 cm o médico indicou uma cirurgia com corte no abdome alegando que a cirurgia por laparoscopia é mais insegura por motivo de sangramento, uma duvida o médico é gastro, esta correta a especialidade do médico, quais os riscos com a cirurgia?

    • 82 mmautran 13 de abril de 2014 às 0:12

      Caro Emerson, a operação por videolaparoscopia é muito segura, desde que realizada por equipe capacitada. Como qualquer tipo de cirurgia, se realizada por quem domina a técnica, o risco é baixo. A videolaparoscopia tem diversas vantagens: além da estética, existe menos dor, MENOR SANGRAMENTO que a cirurgia aberta e recuperação mais rápida da cirurgia. No caso de doença benigna como o adenoma hepático, o uso da laparoscopia é considerada a técnica de escolha. Nós temos usado a laparoscopia de maneira rotineira desde 2007. Mesmo cirurgias grandes como hepatectomia direita ou esquerda podem ser realizadas com segurança. Nos casos mais fáceis, temos utilizado portal único. Att. Dr. Marcel

  43. 83 Fernanda Do Nascimento 12 de abril de 2014 às 22:41

    Oi gostaria de saber se corro algum risco sendo doadora de fígado? E se o corte é na barriga?

    • 84 mmautran 13 de abril de 2014 às 0:20

      Cara Fernanda, sim a cirurgia de doação de fígado possui riscos inerentes a qualquer cirurgia de grande porte. Se for doação para outro adulto, ou seja, retirada do fígado direito (cerca de 60% do volume do fígado), o risco é maior. Se for de adulto para criança, o risco é menor. Converse com seu médico e avalie o risco real. Veja se existe realmente necessidade de doador vivo. Ultimamente com a adoção do sistema MELD, os doentes mais graves recebem primeiro o órgão e os menos graves conseguem esperar. O corte é feito na barriga sim. Dependendo da equipe e do tipo de transplante o corte pode variar mas geralmente é um corte grande. Existem grupos, fora do Brasil, que realizam a cirurgia do doador por videolaparoscopia. Aqui, não tenho notícia de nenhum caso. Na dúvida, pesquise bastante. Não é um procedimento simples nem isento de riscos. NUNCA doe sob coação ou pressão de médicos ou familiares. Att. Dr. Marcel

  44. 85 gilberto 14 de abril de 2014 às 12:11

    Dr, bom dia. Tive um tumor no sigmóide, e agora apresento metástases no fígado no segmento 5,6,7, e o maior no segmento 8 com 3,5 cm. Gostaria de saber sobre isto, abraço Gilberto.

    • 86 mmautran 14 de abril de 2014 às 23:31

      Caro Gilberto, o tratamento de metástases hepáticas de origem colorretal, como no seu caso, é multidisciplinar. O ideal é realizar a remoção cirúrgica das metástases associando quimioterapia sistêmica que pode ser empregado antes ou após a cirurgia em decisão conjunta do cirurgião de fígado e oncologista clínico. Se todas as suas lesões estiverem localizadas no fígado direito (segmentos 5 a 8) uma hepatectomia direita é o procedimento de escolha. Em algumas situações podemos realizar este tipo de operação por videolaparoscopia. Att. Dr. Marcel

  45. 87 Andre 15 de abril de 2014 às 10:37

    Bom dia Doutor.

    Há um nódulo no meu fígado, de 3cm e não sei ao certo do que se trata. Nos exames laboratoriais, o CA15-3, deu 31, onde o normal seria até 28. Isso pode indicar alguma coisa?
    Grato.
    André

  46. 88 mmautran 15 de abril de 2014 às 10:51

    Caro André, o uso de marcadores tumorais para definir origem do nódulo hepático não tem muita relevância, a não ser elevações muito significativas, o que não é o caso. O melhor a fazer é realizar uma ressonância magnética de fígado, de preferência com contraste Primovist. Provavelmente trata-se de algo incidental e benigno, como 99% dos casos.

  47. 89 Suelem Ferraz 15 de abril de 2014 às 17:04

    Ola, esse site me esclareceu desde já muitas coisas.
    Dr, tenho 2 ressonâncias q ainda não esclareceram se tenho adenoma ou hiperplasia… o tumor tem 8cm…. o sr acha q já devo ir para a cirurgia ou fazer a ressonância com o primovist primeiro???
    Aí em SP qto custa esse exame, já q os planos ainda não cobrem esse tipo de exame….

    Att,

    Suelen

    • 90 mmautran 15 de abril de 2014 às 23:53

      Cara Suelen, o melhor é realizar a Ressonância primeiro. Existem diversos lugares em várias cidades que realizam o exame. Alguns convênios cobrem. Se for hiperplasia você evita uma cirurgia desnecessária. Não vale o risco mesmo baixo da cirurgia. Att. Dr. Marcel

  48. 91 Emerson Palma 15 de abril de 2014 às 19:39

    Olá, Dr moro em Sorocaba SP, você poderia me indicar um médico especialista em cirurgia de adenoma hepático por videolaparoscopia, obrigado.

  49. 93 Junia 15 de abril de 2014 às 23:34

    O meu plano cobriu aqui em Belo Horizonte no Hermes Pardini. Veja direitinho com o seu plano pq eles falam que não cobrem porque desconhecem o nome, mas quando verificam na lista, este contraste tem cobertura! Vale a pena tentar, pois eu consegui!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: